Publicidade

Kane se tornou o artilheiro da Copa do Mundo de 2018, disputada na Rússia. O centroavante da Inglaterra, nos planos do Real Madrid, fez seis gols e conseguiu escrever seu nome na história da competição.

Pela segunda vez a Inglaterra fez o artilheiro do Mundial. A primeira foi em 1986, quando Gary Lineker anotou seis tentos no México.

Leia também:

Publicidade

CR7 ‘desafia’ o mercado: é o atleta acima de 30 anos mais caro da história. Veja o Top 10
A ‘fúria’ do Manchester City: contratações mais caras de sua história nos últimos anos
Cristiano Ronaldo vira a maior venda da história do Real Madrid: o Top 10 do clube
Há 10 anos, veja quem movimentava o mercado da bola na Europa
Vinicius, Rodrygo, Pato… as maiores transferências de atletas sub-18

O Brasil é o país que por mais vezes fez o artilheiro. Vamos a relação da artilharia por países:

1 – Brasil (5 artilheiros)

Ronaldo foi artilheiro da Copa do Mundo de 2002 (Foto: Divulgação)

Publicidade

A Seleção Brasileira é o time que mais vezes fez o artilheiro da Copa do Mundo. Fora cinco vezes, sendo a última com Ronaldo Fenômeno, que em 2002 fez oito gols. O primeiro artilheiro brasileiro foi Leônidas da Silva, que anotou sete tentos no Mundial de 1938.

Em 1950, quando recebeu o torneio, o Brasil fez de Ademir Menezes o artilheiro com nove gols.

Garrincha e Vavá dividiram a artilharia em 1962 com quatro gols.

Publicidade

Alemanha (3 artilheiros)

 

Klose fez um gol histórico nos 7 a 1 (Arquivo Fifa) Klose é quem mais fez gols em Copas (Foto: Arquivo Fifa)

A Alemanha fez por três vezes a artilharia. Gerd Müller fez 10 gols em 1970. Já em 2006 Miroslav Klose, quem mais fez gols em toda a história da competição, anotou cinco tentos. Na edição seguinte, em 2010, Thomas Müller terminou entre os artilheiros com cinco gols.

Publicidade

Argentina (2 artilheiros)

A Argentina fez o artilheiro duas vezes. Em 1930, na primeira edição, Guillermo Stábile fez oito gols. Os platinos só voltaram a ter um artilheiro quando receberam a competição, com Mario Kempes e seus seis gols em 1978.

Hungria (2 artilheiros)

Publicidade

A Hungria de Puskas fez duas vezes o artilheiro, mas o craque não conseguiu este feito. Em 1954 seu companheiro de equipe, Sándor Kocsis, anotou 11 gols. Flórián Albert, em 1962, ficou entre os artilheiros com quatro gols.

Inglaterra (2 artilheiros)

Kane foi o artilheiro em 2018 (Foto: Arquivo Fifa)

Kane e Lineker, ambos com seius gols, foram os artilheiros em 2018 e 1986, respectivamente.

Publicidade

Itália (2 artilheiros)

Paolo Rossi bagunçou o Brasil em 1982 (Arquivo Fifa) Paolo Rossi bagunçou o Brasil em 1982 (Arquivo Fifa)

As duas vezes com seis gols marcados, a Itália teve o artilheiro nos Mundials de 1982 e 1990. Na primeira Paolo Rossi, carrasco do Brasil, foi o responsável pelo feito, repetido oito anos depois por Salvatore Schillaci.

Rússia (2 artilheiros)

Publicidade

Na única fez da Rússia na artilharia da Copa, Oleg Salenko marcou seis gols em 1994, nos Estados Unidos. Já a União Soviética teve Valentin Ivanov como artilheiro com quatro gols em 1962.

Vários países com um artilheiro

Bulgária (1 artilheiro)

 

Stoichkov é ídolo da Bulgária (Foto: Reprodução Instagram)

Publicidade

Com seis gols, Hristo Stoichkov foi o artilheiro em 1994, sendo um feito para a Bulgária.

Chile (1 artilheiro)

Leonel Sánchez fez quatro gols na edição de 1962, quando o Chile recebeu o evento.

Colômbia (1 artilheiro)

A artilharia rendeu a James a ida ao Real Madrid (Foto: Divulgação)

Com os seis gols anotados no Brasil em 2014, James Rodríguez se tornou o único colombiano artilheiro em um Mundial

Croácia (1 artilheiro)

Suker e Boban, destaques da Croácia (Foto: Popper Foto / site da Fifa / Divulgação)

Atual presidente da Federação Croata de Futebol, Davor Suker foi artilheiro em 1998, com seis gols.

Espanha (1 artilheiro)

Villa em ação pelo Barcelona ( Foto: Divulgação Barcelona)

Uma das mais fortes da história, a seleção da Espanha só teve o artilheiro uma vez. Foi em 2010, quando David Villa fez cinco gols e ajudou na conquista do título.

França (1 artilheiro)

A França fez o artilheiro apenas uma vez na história, mas foi em grande estilo. Em 1958 Just Fontaine fez 13 gols, sendo o maior número de um jogador em uma edição. O recorde permanece até hoje.

Holanda (1 artilheiro)

Com cinco gols marcados em 2010, Wesley Sneijder, carrasco do Brasil naquele ano, terminou entre os artilheiros. Feito histórico para a Holanda.

Iugoslávia (1 artilheiro)

Drazan Jerkovic, com quatro gols, foi um dos artilheiros da edição de 1962 no Chile.

Polônia (1 artilheiro)

O perturbador de zagueiros Lato foi artilheiro em 1974 com sete gols. Foi a única vez da Polônia.

Portugal (1 artilheiro)

O craque Eusébio escreveu Portugal na lista de artilheiro em 1966, com nove gols.

Tchecoslováquia (1 artilheiro)

Oldrich Nejedlý, com cinco gols na edição de 1934, colocou a extinta Tchecoslováquia na lista de artilheiros.

Uruguai (1 artilheiro)

Forlán é lenda no Uruguai (Foto: Divulgação)

Diego Forlán foi o artilheiro em 2010 com cinco gols, mas não foi isoladamente. Esta foi a vez única do Uruguai na artilharia.