Publicidade

Everton chegou ao São Paulo com status de protagonista. O meia-atacante é a contratação mais cara do clube na temporada – custou R$ 15 milhões para tirá-lo do Flamengo, um investimento maior do que o para contratar Diego Souza (R$ 10 milhões), por exemplo. Na década, Everton é o oitavo reforço mais caro do Tricolor.

Everton chega ao São Paulo para ser protagonista | Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net / Divulgação

O posto de contratação do São Paulo mais cara de 2010 para cá pertence a Paulo Henrique Ganso. O Tricolor, em 2012, pagou 9,1 milhões de euros (R$ 23,9 milhões na cotação da época) para tirar o meia do rival Santos.

Leia também:

Publicidade

Você lembra os campeões nacionais na última Copa do Mundo?
Neymar faz lista de possíveis destaques na Copa do Mundo
Barbieri é o 17º técnico da história do Flamengo na Libertadores
Salários dos árbitros? Saiba quanto o mundo paga aos juízes
Começou bem? Veja média de gols da 1ª rodada do Brasileirão da era pontos corridos
Quais foram os campeões brasileiros em anos de Copa do Mundo
7 a 1 de novo? Relembre outras vezes que o placar apareceu

O segundo lugar é de Luis Fabiano. Em 2011, o São Paulo pagou 7,6 milhões de euros (quase R$ 20 milhões na cotação da época) para repatriar o atacante. Outro atacante fecha o pódio: Lucas Pratto, contratado por 6,2 milhões de euros.

O Top 10 de reforços mais caros do São Paulo na década

1º – Ganso – 9,1 milhões de euros
2º – Luis Fabiano – 7,6 milhões de euros
3º – Lucas Pratto – 6,2 milhões de euros
4º – Maicon – 6 milhões de euros
5º – Alan Kardec – 4,5 milhões de euros
6º – Centurión – 4,2 milhões de euros
7º – Jadson – 4 milhões de euros
8º – Everton – 3,56 milhões de euros
9º – Cortez – 3,3 milhões de euros
10º – Rafael Toloi – 3 milhões de euros

Publicidade

* Fonte: Transfermarkt