Publicidade

Adeus, ano velho. E um ano pesado, de pandemia. E que representa o fim da década. De 2011 a 2020, o mundo do futebol foi brindado com diversos jogos históricos, de roteiros incríveis. Listar os 20 maiores jogos da década não é fácil.

LEIA MAIS! Premier League surge como possibilidade para Diego Costa

O “quesito” emoção pautou a lista. A relação contempla viradas históricas e improváveis, títulos marcantes e também recitais de bola. Tem goleada de sobra. O 7 a 1? Sim. Não pode faltar.

Os 20 maiores jogos da década

Barcelona 3×1 Manchester United

Publicidade

A primeira final da Champions League na década foi especial. De um lado, o Barcelona, sob o comando de Guardiola, com Xavi, Iniesta e Messi. Do outro, o Manchester United de Alex Ferguson, com Giggs, Scholes e Rooney. O Barça levou a melhor, no dia 28 de maio de 2011, e encantou o mundo com a vitória por 3 a 1, gols de Pedro, Messi e Villa.

Messi Champions 2011 Messi vibra após balançar a rede do United | Foto: LLUIS GENE/AFP via Getty Images

Santos 4×5 Flamengo

Em 2011, no dia 27 de julho, Santos e Flamengo protagonizaram um jogo histórico, que teve uma “passagem de bastão”. Ronaldinho, craque brasileiro da década anterior, para Neymar, craque da década atual. O Peixe abriu 3 a 0, com direito a um gol que valeu o Prêmio Puskás a Neymar. Sob a batuta de R-10, que anotou um hat-trick (um dos gols ele cobrou falta rasteira e enganou a barreira, uma das marcas dele), o Fla virou na Vila Belmiro no maior jogo da década no Brasil.

Ronaldinho Gaúcho brilhou na Vila Belmiro | Reprodução YouTube

City conquista Premier League

No dia 13 de maio de 2012, o Manchester City conquistou a Premier League, acabando com um jejum que durava desde 1968, de forma emocionante. O City virou para cima do QPR nos acréscimos, com gols aos 47 e aos 49 minutos e foi campeão. Agüero foi o herói do título.

Agüero City 2012 Agüero foi o herói do City | Foto: PAUL ELLIS/AFP/GettyImages

Título da Libertadores do Corinthians

Publicidade

O dia 4 de julho de 2012 foi especial para a Fiel. O sonhado título da Libertadores foi conquistado. O Corinthians venceu o Boca Juniors por 2 a 0, dois gols de Emerson Sheik (o jogo de ida foi 1 a 1), e foi campeão.

Emerson Sheik Corinthians Libertadores 2012 Sheik brilhou na final da Libertadores de 2012 | Foto: NELSON ALMEIDA/AFP/GettyImages

Clássico espanhol na final da Champions

A final da Champions League em 2014 colocou frente a frente Real Madrid e Atlético de Madrid. O roteiro foi emocionante. Sergio Ramos surgiu nos acréscimos para empatar o jogo e levou a decisão para a prorrogação. O Real deu o bote (Bale, Marcelo e Cristiano Ronaldo marcaram) e fechou o duelo com 4 a 1, faturando o título.

Cristiano Ronaldo Champions League 2014 Ele tem a força! A comemoração de CR7 | Foto: Shaun Botterill/Getty Images

O 7 a 1

Lá vêm eles de novo… O Mineirão foi palco do maior vexame da história do futebol brasileiro, no dia 8 de julho de 2014. Pela semifinal da Copa do Mundo, a Alemanha aplicou 7 a 1 na Seleção Brasileira, sendo que aos 29 minutos do primeiro tempo o placar já apontava 5 a 0. O 7 a 1 marcou na alma do futebol brasileiro.

Alemanha 7 a 1: um jogo para ser esquecido (Arquivo Fifa) Alemanha 7 a 1: um baile | Foto: Arquivo Fifa

O título da Alemanha

Publicidade

O Maracanã recebeu a final da Copa do Mundo de 2014, no dia 13 de julho de 2014, entre Argentina e Alemanha. A seleção europeia levou a melhor e frustrou Messi em solo brasileiro. Com um gol de Götze, na prorrogação, a Alemanha ganhou por 1 a 0.

Götze faz o gol do título (Foto: Fifa)

Portugal vence a Eurocopa

No dia 10 de julho de 2016, Portugal silenciou o Stade de France e conquistou a Eurocopa em cima da França. Cristiano Ronaldo se lesionou na final e ficou em campo por apenas 25 minutos. Ele virou “auxiliar” de Fernando Santos. Éder, na prorrogação, fez o gol do título.

Cristiano Ronaldo Eurocopa A alegria de CR7 com o título | Foto: VALERY HACHE/AFP via Getty Images

O ouro olímpico

A Seleção Brasileira finalmente conquistou a sonhada medalha de ouro olímpico. O palco não poderia ter sido melhor: o Maracanã. Em 2016, Neymar guiou o Brasil ao título. Na final, vitória nos pênaltis sobre a Alemanha.

Seleção Brasileira Rio-2016 O sonhado ouro olímpico foi conquistado no Maracanã | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Goleada épica do Barcelona

Publicidade

O Barcelona estava nas cordas, após o PSG aplicar 4 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Champions League temporada 2016/2017. A partida de volta, no dia 8 de março de 2017, foi épica. O Barça abriu 3 a 0, mas Cavani descontou e complicou ainda mais a vida dos espanhóis. O Barça, então, passou a precisar de mais três gols. E conseguiu! Aos 43 minutos, Neymar marcou. Dois minutos depois, o craque brasileiro fez o quinto. Faltava um. Aos 50 minutos, Sergi Roberto se transformou em herói no histórico 6 a 1.

Messi e Neymar comemoram classificação histórica | Foto: PAU BARRENA/AFP via Getty Images

O adeus de Cristiano Ronaldo ao Real Madrid

O clube merengue fez história no dia 26 de maio de 2018. O Real Madrid venceu o Liverpool na final, por 3 a 1, e garantiu o terceiro título seguido da Champions League. Foi o último jogo de Cristiano Ronaldo, que conquistou o torneio quatro vezes pelo clube, com a camisa do Real. Ele foi para a Juventus na temporada seguinte.

Cristiano Ronaldo é o cara da Champions League | Foto: Real Madrid / Twitter

Brasil x Bélgica

Em um dos melhores jogos da Copa do Mundo de 2018, a Bélgica eliminou o Brasil, no dia 6 de julho, ao vencer por 2 a 1. A seleção europeia dominou o primeiro tempo e conseguiu conter a reação brasileira na etapa final.

Seleção Brasileira Bélgica Copa do Mundo de 2018 Brasil caiu para a Bélgica em 2018 | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

França ganha a Copa de 2018

Publicidade

Final de Copa do Mundo sempre é especial. Com seis gols então… A França venceu a Croácia por 4 a 2, no dia 15 de julho de 2018, e garantiu o bicampeonato mundial.

França conquista a Copa de 2018 (Foto: Fifa)

River Plate x Boca Juniors na final da Libertadores

Uma das maiores finais de todos os tempos da Libertadores. O segundo jogo, após incidentes, foi disputado na Espanha, no Santiago Bernabéu. O Boca saiu na frente com Benedetto, mas Pratto deixou tudo igual para o River Plate e levou o duelo para a prorrogação (o jogo de ida foi 2 a 2). No tempo extra, Quintero e Pity Martínez marcaram e sacramentaram o título do River.

Pitty Martínez Pity Martínez sacramentou o título | Foto: JAVIER SORIANO/AFP via Getty Images

Real Madrid 1×4 Ajax

O Real Madrid, após vencer o jogo de ida, na Holanda, por 2 a 1, estava em vantagem. Porém, o Ajax fez história no dia 5 de março de 2019, no Santiago Bernabéu. O clube holandês aplicou 4 a 1 e deixou o clube merengue, então tricampeão, pelo caminho, nas oitavas de final.

Tadic Tadic brilhou na goleada do Ajax | Foto: David Ramos/Getty Images

Livepool 4×0 Barcelona

Publicidade

Na caminhada rumo ao título da Champions League, o Liverpool precisou de uma “virada” histórica sobre o Barcelona. No jogo de ida, o clube espanhol fez 3 a 0. Na partida de volta, na Inglaterra, no dia 7 de maio de 2019, o clube inglês fez 4 a 0, dois gols de Origi e dois de Wijnaldum, e entrou para a história.

Wijnaldum Liverpool x Barcelona Wijnaldum foi protagonista de goleada épica | Foto: Clive Brunskill/Getty Images

Lucas Moura brilha na Champions League

O Tottenham conseguiu uma classificação épica no dia 8 de maio de 2019. Na Holanda, após perder em casa por 1 a 0, o clube inglês conseguiu uma virada de peso. O Ajax abriu 2 a 0, mas não contava com um herói brasileiro. Lucas Moura fez um hat-trick, o terceiro gol foi nos acréscimos do segundo tempo, e comandou a classificação do Tottenham.

Lucas Moura entrou para a história da Champions League | Foto: Tottenham / Divulgação

A glória rubro-negra em Lima

O dia 23 de novembro de 2019 foi de redenção rubro-negra. Após 38 anos, o Flamengo voltou a conquistar a Libertadores. E com um roteiro épico, de virada sobre o River Plate. Gabigol marcou aos 43 e aos 46 minutos do segundo tempo e se eternizou na história do clube carioca.

Flamengo Gabigol foi o cara da final contra o River Plate | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Bayern 8×2 Barcelona

Publicidade

Um trator de jogar futebol passou por cima do Barcelona, no dia 14 de agosto de 2020. O Bayern de Munique aplicou 8 a 2, pelas quartas de final, e deixou o Barça sem rumo e em uma crise de “respeito”.

Coutinho Bayern 8x2 Barcelona Coutinho chuta para marcar | Foto: Manu Fernandez/Pool via Getty Images

Espanha 6×0 Alemanha

No dia 17 de novembro de 2020, a Alemanha experimentou uma humilhação. A Espanha aplicou 6 a 0, em jogo válido pela Liga das Nações. Morata, Ferrán Torres, três vezes, Rodri e Mikel Oyarzabal marcaram.

Espanha 6x0 Alemanha Espanha aplicou 6 a 0 na Alemanha | Foto: CRISTINA QUICLER/AFP via Getty Images