Publicidade

Os clubes da Premier League já estão movimentando o mercado da bola e realizando contratações importantes. Até aqui, Erling Haaland no Manchester City e Darwin Núñez no Liverpool, confirmados nos últimos dias, são as principais.

Por sinal, Darwin entrou para o Top 20 das contratações mais caras da Premier League. O centroavante uruguaio ainda pode subir na lista com as bonificações previstas no acordo.

Galeria de Fotos

O Manchester City, embora não tenha precisado colocar Haaland neste Top 20, é o clube com mais representantes na lista. São seis contratações entre as mais caras da Premier League. Manchester United e Chelsea vêm na sequência, com cinco, cada. Arsenal e Liverpool estão empatados com duas, cada.

Relacionadas

Gabriel Jesus x Real Madrid
Cucurella

As contratações mais caras da Premier League

Publicidade

O Arsenal buscou Aubameyang no Borussia Dortmund em janeiro de 2018. O atacante custou 63,75 milhões de euros (R$ 338,3 milhões, na cotação atual).

Aubameyang Arsenal Premier League Aubameyang deixou o Arsenal na última temporada | Foto: Julian Finney/Getty Images

Em janeiro de 2019, o Chelsea acertou a contratação de Pulisic, junto ao Borussia Dortmund, por 64 milhões de euros (R$ 339,6 milhões, na cotação atual).

Real Madrid deixa porta aberta para Mbappé no futuro

Publicidade

O Manchester City, em 2019, contratou João Cancelo. A operação pelo lateral-direito, ex-Juventus, foi de 65 milhões de euros (R$ 344,9 milhões, na cotação atual).

Liverpool se aproxima de contratar mais um jovem talento

Aymeric Laporte desembarcou no Manchester City em janeiro de 2018. Ex-Athletic de Bilbao, ele custou 65 milhões de euros (R$ 344,9 milhões, na cotação atual).

Publicidade

O Chelsea contratou Álvaro Morata, junto ao Real Madrid, em 2017, por 66 milhões de euros (R$ 350,3 milhões, na cotação atual).

Riyad Mahrez trocou o Leicester pelo Manchester City em 2018. Ele foi contratado por 67,8 milhões de euros (R$ 359,8 milhões, na cotação atual).

Mahrez Manchester City Brugge Champions League Mahrez é peça importante do City | Foto: Uefa

Rúben Dias chegou ao Manchester City em 2020 e logo se tornou o xerife do time. Ex-Benfica, a operação para contratá-lo foi de 68 milhões de euros (R$ 360,9 milhões, na cotação atual).

Premier League tem recursos de sobra

Publicidade

O Liverpool levou a melhor na corrida por Darwin Núñez, destaque do Benfica. O acordo é de 75 milhões de euros (R$ 398 milhões). Ele pode subir na lista. As variáveis por bonificações podem levar a operação para 100 milhões de euros (R$ 530,7 milhões, na cotação atual).

Darwin Núñez Liverpool Darwin Núñez: reforço de peso do Liverpool | Foto: Liverpool / Divulgação

O Manchester United buscou Di María no Real Madrid em 2014. Ele custou 75 milhões de euros (R$ 398 milhões, na cotação atual).

Em 2015, o Manchester City contratou Kevin De Bruyne, junto ao Wolfsburg, da Alemanha, por 76 milhões de euros (R$ 403,3 milhões, na cotação atual).

Publicidade

O Arsenal buscou Nicolas Pépé no Lille, da França, em 2019 por 80 milhões de euros (R$ 424,6 milhões, na cotação atual).

O Chelsea, em 2018, transformou Kepa Arrizabalaga no goleiro mais caro do mundo. Ex-Athletic de Bilbao, ele custou 80 milhões de euros (R$ 424,6 milhões, na cotação atual).

Em 2020, o Chelsea buscou Kai Havertz no Bayer Leverkusen por 80 milhões de euros (R$ 424,6 milhões, na cotação atual).

Havertz Chelsea Lille Champions League Havertz está na história do Chelsea | Foto: Uefa

Publicidade

O Liverpool contratou Virgil van Dijk em janeiro de 2018, junto ao Southampton, por 84,65 milhões de euros (R$ 449,2 milhões, na cotação atual).

O Manchester United tirou Lukaku do Everton, em 2017, por 84,7 milhões de euros (R$ 449,5 milhões, na cotação atual).

Os ‘pesos-pesados’ do mercado da bola

Na última temporada, o Manchester United abriu os cofres por Jadon Sancho, ex-Borussia Dortmund: 85 milhões de euros (R$ 451,1 milhões, na cotação atual).

Jadon Sancho Manchester United Jadon Sancho era desejo antigo do Manchester United | Foto: Imago Images

Publicidade

Harry Maguire é o zagueiro mais caro da história do mercado da bola. Para tirá-lo do Leicester, o Manchester United pagou, em 2019, 87 milhões de euros (R$ 461,7 milhões, na cotação atual).

O Manchester United contratou Paul Pogba, junto à Juventus, em 2016, por 105 milhões de euros (R$ 557,2 milhões, na cotação atual).

O Chelsea não economizou para ter Romelu Lukaku mais uma vez. Na última temporada, tirou o craque belga da Inter de Milão por 113 milhões de euros (R$ 559,7 milhões, na cotação atual).

Publicidade

Jack Grealish é o jogador mais caro da história da Premier League. Na última temporada, o Manchester City pagou 117,5 milhões de euros (R$ 623,6 milhões, na cotação atual) pelo atacante ex-Aston Villa.

Comentários