Publicidade

O Real Madrid ainda absorve o impacto do “não” de Kylian Mbappé. O astro francês deu de ombros ao clube merengue e renovou contrato com o PSG. O Real estava convicto de que iria contratá-lo. Agora, recalcula a rota e pensa no que fazer.

Segundo o “Sport”, o Real Madrid vai usar a grana que estava reservada para Mbappé, luvas e salário, para se reforçar. É algo como 200 milhões de euros (R$ 1 bilhão).

Nkunku Real Madrid Nkunku está na mira do Real | Foto: ANDY BUCHANAN/AFP via Getty Images

O clube merengue não tem pressa, até por considerar que conta um elenco equilibrado. O Real vai se despedir de Bale, Isco e Marcelo, que estão em fim de contrato. Significa mais espaço na folha salarial. O zagueiro Antonio Rüdiger vai ocupar uma fatia destas cifras.

Relacionadas

Rúben Amorim

Publicidade

Agora, sem Mbappé, o Real Madrid considera o que fazer. A ideia é buscar um novo meio-campista, para ter um trio de sombra para Casemiro, Kroos e Modric. Valverde e Camavinga são os substitutos do histórico meio de campo merengue. O objetivo é ter mais um nome.

Lá e cá! As feras que defenderam Liverpool e Real Madrid

O favorito é Aurélien Tchouaméni, do Monaco. Contudo, o clube francês quer 80 milhões de euros (R$ 411,9 milhões). O Real considera que é preço de atacante.

Publicidade

Haaland será o próximo: o histórico de Guardiola com centroavantes

Real Madrid avalia opções para o ataque

Por falar em atacante, uma opção na mira do Real Madrid é Christopher Nkunku, do Leipzig. O preço também é salgado: 100 milhões de euros (R$ 514,9 milhões). O clube merengue não descarta complicar a vida do rival Barcelona e entrar na briga por Lewandowski, do Bayern de Munique.

Pogba esnoba o dinheiro do PSG e define futuro no mercado da bola

Publicidade

O Real Madrid também está de olho em Darwin Núñez, do Benfica, e em Rafael Leão, do Milan. Também não seriam baratos: 100 milhões de euros (R$ 514,9 milhões), cada um.

Pai de Messi volta a ligar filho ao Barcelona

Uma outra possibilidade é pensar mais no futuro. Neste caso, o Real contrataria Endrick, do Palmeiras, repetindo o que fez com Vinicius Júnior e Rodrygo.

Comentários