Publicidade

Renúncia do presidente, insatisfação dos jogadores e torcida desconfiada. Mas mesmo assim o Barcelona deu uma demonstração de força e derrotou a Juventus por 2 a 0 na tarde desta quarta-feira na Arena Juventus, em Turim, na Itália, pelo Grupo G da Champions League. Dembélé e Messi anotaram os gols que levaram o Barça aos seis pontos na liderança, com seis por cento de aproveitamento.

Barcelona dominou a Juventus (Foto: Uefa)

A Juventus, que teve três gols anulados, todos com Morata, permanece com três pontos.

O Barcelona abriu o marcador aos 14 minutos. Lionel Messi inverteu a bola e encontrou Dembélé pelo lado direito. O francês se livrou da marcação e chutou de fora da área. A bola ainda desviou na zaga para en ganar o goleiro Szczqsny.

Leia também:

Publicidade

Cristiano Ronaldo atravessa Operação Mbappé do Real Madrid
Rota de colisão? Entenda a polêmica entre Jorge Jesus e Luisão no Benfica

Apesar de a Juventus tentar chegar ao ataque, era o Barcelona quem levava mais perigo. Os espanhóis quase ampliaram aos 22, quando Messi recebeu na área e chutou para fora. A Juventus insistia em jogadas pelo meio. Por duas vezes Morata conseguiu balançar as redes, mas em ambos estava em impedimento e o VAR anulou a jogada. Assim o Barça foi con vantagem para o intervalo.

A volta para o segundo tempo não apresentou grandes mudanças no jogo, com o Barcelona mais organizado em campo e bem perigoso nos contra-ataques. Mas os espanhóis pecavam no último passe.

Morata teve três gols anulados

Morata comemora o terceiro gol pela Juventus. Mas foi anulado (Foto: Getty)

Publicidade

Apesar desta situação de domínio do Barcelona foi a Juventus quem balançou as redes. Morata aproveitou voleio de Cuadrado e escorou para o Morata estufar as redes. Mas pela terceira vez no jogo, todas por impedimento, o atacante teve seu tento anulado.

A situação da Juventus se agravou aos 37 minutos, quando Demiral foi expulso de campo, deixando os italianos com um a menos em campo.

Aos 45 minutos o Barcelona fechou o caixão da Juventus. Ansu Fati foi derrubado na área e Messi converteu o pênalti.

Messi liderou o Barcelona em campo (Foto: Uefa)

Publicidade

No outro jogo da chave, o Dínamo de Kiev visitou o Ferencváros na Hungria e empatou por 2 a 2. Tsygankov, de pênalti, e De Pena marcaram os gols que deram o primeiro ponto aos ucranianos. Os húngaros, que marcaram com Tokmac Nguen e Boli, também têm um ponto.

A próxima semana vai marcar a terceira rodada. O Barcelona recebe o Dínamo de Kiev no Nou Camp, em Barcelona. Já a Juventus vai duelar na Hungria com o Ferencváros.

Sevilla vence o Rennes

Pelo Grupo E outro espanhol conseguiu a vitória. O Sevilla recebeu o Rennes da França no Estadio Ramón Sánchez-Pizjuán, em Sevilha, e ganhou por 1 a 0. De Jong marcou o gol que deu os primeiros três pontos para os espanhóis.

Publicidade

Com esse resultado o Sevilla divide a liderança da chave com o Chelsea, que mais cedo goleou o Krasnodar por 4 a 0 na Rússia. Ingleses e espanhóis somam quatro pontos. Já os russos dividem a lanterna com os franceses, ambos com um ponto.

Na próxima semana o Sevilla tenta embalar em novo duelo em casa, dessa vez com o Krasnodar. Já o Rennes tem uma verdadeira pedreira, pois encara o Chelsea no Estádio Stamford Bridge, em Londres, na Inglaterra.