Publicidade

A trajetória de Thomas Tuchel à frente do PSG está oficialmente encerrada. O clube francês anunciou, nesta terça-feira, a demissão do técnico alemão. A decisão, porém, já estava tomada há dias. A imprensa da França noticiou que o Paris Saint-Germain demitiria Tuchel no dia 24 de dezembro.

Tuchel PSG Fim da linha para Tuchel | Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images

“Após uma análise aprofundada da situação esportiva, o Paris Saint-Germain decidiu rescindir o contrato de Thomas Tuchel”, diz parte do comunicado do PSG, sobre a demissão de Tuchel.

LEIA MAIS! Messi não esconde motivos que o fazem querer deixar o Barcelona

Publicidade

O técnico argentino Mauricio Pochettino, que foi jogador do PSG, é apontado como favorito a ocupar o posto que era de Tuchel.

Tuchel bateu na trave com PSG na Champions

O técnico alemão chegou ao PSG na temporada 2018/2019. Ele teve alguns atritos no clube, em especial com brasileiro Leonardo, diretor esportivo. Tuchel tinha contrato até junho de 2021, mas a imprensa europeia noticiava que ele não renovaria e que é alvo de clubes da Inglaterra.

Tuchel levou o PSG a dois títulos do Campeonato Francês e bateu na trave na última edição da Champions League. O clube francês perdeu a final para o Bayern de Munique.

Publicidade

“Gostaria de agradecer a Thomas Tuchel e à sua comissão por tudo o que trouxeram para o clube. Thomas colocou muita energia e paixão em seu trabalho e, claro, nos lembraremos dos bons momentos que compartilhamos juntos. Desejo a ele o melhor para seu futuro”, disse Nasser Al-Khelaïfi, presidente do PSG.