O 7 a 1, ouro olímpico, títulos… dez momentos marcantes da Seleção Brasileira na década

publicado em 18/12/2020 às 9:00

A Seleção Brasileira viveu uma década, no mínimo, agitada. De 2011 para cá, o Brasil amargou a pior derrota da história, experimentou outras decepções e também viveu dias de brilho, especialmente no ouro olímpico em 2016, no Maracanã.

LEIA MAIS! Neymar fica apenas na nona colocação no prêmio The Best

Foi uma década em que o Brasil sediou Copa das Confederações, Copa do Mundo, Olimpíada e Copa América. Disputou finais no Maracanã e ganhou dois títulos e o ouro olímpico no estádio. A Seleção teve quatro técnicos neste período: Mano Menezes, Felipão, Dunga e Tite.

Dez momentos marcantes da Seleção Brasileira na década

A primeira decepção na década

Sob o comando de Mano Menezes, o Brasil caiu nas quartas de final da Copa América de 2011 para o Paraguai, nos pênaltis, após empate sem gols no tempo normal. O que marcou na eliminação foi o desempenho brasileiro nas penalidades. A Seleção perdeu as quatro cobranças que efetuou, com Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred, e foi derrotada na disputa por 2 a 0.

Seleção Brasileira Copa América 2011

Fred perde pênalti, para alegria dos paraguaios | Foto: ANTONIO SCORZA/AFP via Getty Images

Prata olímpica em 2012

A tão sonhada e buscada medalha de ouro olímpica escapou em 2012, em Londres. Na ocasião, a Seleção, sob o comando de Mano Menezes, perdeu a final para o México por 2 a 1, Oribe Peralta marcou duas vezes para os mexicanos e Hulk descontou para o Brasil. A Seleção Olímpica tinha nomes como Neymar, Thiago Silva, Marcelo, Oscar, Ganso, Alexandre Pato, Leandro Damião, entre outros.

Seleção Olímpica 2012

Brasil ficou com a medalha de prata em 2012 | Foto: DANIEL GARCIA/AFP/GettyImages

O título da Copa das Confederações

Sob o comando de Felipão, que substituiu Mano Menezes, o Brasil empolgou na Copa das Confederações, em 2013. A Seleção foi campeã no Maracanã com uma vitória contundente sobre a Espanha por 3 a 0, com dois gols de Fred e um de Neymar. A campanha aumentou o otimismo para a Copa do Mundo de 2014. O baque foi grande…

Neymar Copa das Confederações de 2013

Neymar brilhou na Copa das Confederações | Foto: Laurence Griffiths/Getty Images

A estreia da Seleção Brasileira na Copa de 2014

O Brasil voltou a ser sede da Copa do Mundo. Cercada de expectativa, a estreia da Seleção Brasileira foi contra a Croácia, em São Paulo, na Arena Corinthians. De virada, a Seleção venceu por 3 a 1, com dois gols de Neymar e um de Oscar.

Seleção Brasileira Croácia Copa 2014

Brasil virou para cima da Croácia, sob batuta de Neymar | Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Divulgação

O 7 a 1 da Alemanha

Dia 8 de julho de 2014. Um dia em que o futebol brasileiro ficou chocado e nas cordas. No Mineirão, na semifinal da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira tombou e amargou o pior vexame da história: a Alemanha fez 7 a 1, sendo que aos 29 minutos do primeiro tempo já estava 5 a 0.

Alemanha 7 a 1: um jogo para ser esquecido (Arquivo Fifa)

Alemanha 7 a 1: virou passeio… Foto: Arquivo Fifa

Dunga não dura tanto tempo no retorno à Seleção Brasileira

A CBF escolheu Dunga como técnico após o vexame da Copa do Mundo de 2014. Não durou muito tempo. Em 2015, a Seleção Brasileira caiu novamente nas quartas de final da Copa América para o Paraguai. No ano seguinte, em nova edição do torneio, mais um vexame. O Brasil foi eliminado na fase de grupos, ao perder para o Peru por 1 a 0, com um gol irregular. A Seleção havia empatado sem gols com Equador e goleado o Haiti por 7 a 1 e ficou atrás dos equatorianos e peruanos. A queda custou o cargo de Dunga.

Seleção Brasileira Copa América 2016

Brasil caiu na fase de grupos da Copa América de 2016 | Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Divulgação

O sonhado ouro olímpico no Maracanã

A maior glória da década do futebol pertence à Seleção Brasileira Olímpica. Em 2016, no Maracanã, o sonhado ouro foi conquistado. Era o título que faltava ao futebol do país. Na final, vitória nos pênaltis sobre a Alemanha, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Coube a Neymar cobrar e converter o último pênalti. Gabriel Jesus, Gabigol, Luan, Rodrigo Caio, Renato Augusto, Rafinha Alcântara e Felipe Anderson foram alguns dos nomes do time comandado por Rogério Micale.

Seleção Brasileira Rio-2016

O sonhado ouro olímpico no Maracanã | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Tite assume a Seleção Brasileira

A era Tite na Seleção Brasileira começou em novembro de 2016. O primeiro jogo do técnico à frente do Brasil foi contra o Equador, na altitude de Quito, pelas Eliminatórias. A estreia foi com pé direito e uma vitória por 3 a 0, Neymar e Gabriel Jesus, duas vezes, marcaram.

Tite Seleção Brasileira

Tite na estreia pela Seleção Brasileira | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Eliminação na Copa de 2018

Com Tite, a Seleção Brasileira resgatou um bom futebol. Mas o sonho do hexa acabou nas quartas de final na Rússia. O Brasil foi eliminado pela Bélgica, que abriu 2 a 0 no primeiro tempo e segurou a pressão brasileira no fim, vencendo por 2 a 1.

Seleção Brasileira Bélgica Copa do Mundo de 2018

Brasil caiu para a Bélgica em 2018 | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Título no Maracanã

Em 2019, o Brasil voltou a ser campeão no Maracanã. A Seleção Brasileira conquistou a Copa América ao vencer o Peru na decisão, por 3 a 1, gols de Everton Cebolinha, Gabriel Jesus e Richarlison.

Seleção Brasileira Copa América 2019

Everton Cebolinha fez o primeiro do Brasil na final | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Deixe seu comentário:

Comentário