Publicidade

Dispensado pelo PSG, o argentino Mauricio Pochettino falou à imprensa espanhola e não poupou críticas ao ex-clube. O foco principal de sua metralhadora de mágoas está no tratamento que recebeu dos dirigentes, que não investiram em um projeto duradouro. “O City confia em um técnico que está lá há sete anos”, disse o treinador ao portal argentino Infobae.

Pochettino e Guardiola dirigem dos dos melhores clubes do planeta - Foto: Imago Pochettino e Guardiola dirigem dos dos melhores clubes do planeta – Foto: Imago

Você também pode gostar de:

Juventus mira Mertens para resolver o ataque

Publicidade

Braithwaite vai deixar Barcelona: prejuízo de 20 milhões de euros

Milan dobra clube belga e encerra novela no mercado da bola

Pochettino ressaltou que não está criticando o PSG, mas destacou que se irrita porque vê como em outros clubes há confiança nos projetos dos técnicos, como no caso do City. Aliás, o clube inglês – comandado por Pep Guardiola – é o que mais recebe elogios de Pochettino.”

Cenas de Pochettino no PSG

Galeria de Fotos

Publicidade

“Lá – no Manchester City – eles apoiam com a intenção de melhorar a equipe e com a confiança no treinador para ter mais uma oportunidade de alcançar a tão esperada Champions League”, observou, com leve ponta de mágoa.

Christophe Galtier assumiu o PSG no lugar de Mauricio Pochettino | (Foto Getty Images)

Mas se Galtier fizer melhor…

Isso porque Pochettino se arrisca com tais declarações. As atenções ficam por conta dos resultados que o clube terá à frente, sob o comando de Galtier. Se o Paris Saint-Germain tiver uma temporada melhor do que a passada, já ficará mal para o argentino.

Relacionadas

Charles De Ketelaere
Wijnaldum Holanda Eurocopa

“Existem clubes que confiam, como Liverpool ou Manchester City, em projetos de longo prazo e te dão a possibilidade. Eu sempre faço a comparação. Vencemos o campeonato com o PSG com uma diferença de 15 pontos. Mas perdemos contra o Real Madrid e aí obviamente teremos problemas. Já o Real Madrid eliminou o City, que levou três gols em cinco minutos. Mas na semana seguinte os ingleses já estão contratando Haaland e dando ao técnico a capacidade de se reinventar novamente”, relembrou.

Comentários