Publicidade

Pelo Grupo D da Champions League, o Liverpool venceu o Midtjylland, da Dinamarca, por 2 a 0, em Anfield. O time comandado por Jurgen Klopp jogou com muitos desfalques, sem render o que se esperava. Diogo Jota abriu o placar, já no segundo tempo. Até então, efetivamente foi a primeira chance do Liverpool em toda a partida. Salah fechou o placar, cobrando pênalti, já nos acréscimos. No outro jogo do grupo, Ajax e Atalanta empataram em 2 a 2, no Atleti Azzurri d’Italia, em Bérgamo.

Fabinho sentiu dor muscular e preocupa Liverpool e... Seleção Brasileira Fabinho sentiu dor muscular e preocupa Liverpool e… Seleção Brasileira – Foto: Peter Powell / Getty Images

A estratégia dos dois clubes ficou bem clara no primeiro tempo, com o Liverpool com mais posse de bola, sobretudo por jogar em casa. No entanto, o time inglês teve dificuldades para finalizar, muito em razão da postura defensiva do Midtjylland, mas também em razão dos desfalques do Liverpool. Tão monótono foi o primeiro tempo que o lance que mais chamou atenção foi a lesão muscular de Fabinho. Problema sério para o Liverpool, que já não conta com Van Dijk por meses. O técnico Jurgen Klopp enfrenta sérios desfalques, sobretudo na zaga. No primeiro tempo, pelo menos, o Midtjylland conseguiu bloquear o Liverpool.

Veja a classificação no Grupo D

Grupo D da Champions

Leia também

Publicidade

Manchester City despacha o Olympique pelo Grupo C

Josep Maria Bartomeu renuncia à Presidência do Barcelona

No início do segundo tempo o panorama não mudou. Sem poder de finalização, Klopp chamou de uma vez Firmino, Salah e Manu, para dar mais ofensividade ao Liverpool. Quando os três se preparavam para entra, numa tabela rápida, Diogo Joga finalmente abriu o placar. No lance, Shaqiri encontrou Arnold no lado direito da área. Ele foi ao fundo, pela direita, e rolou para Diogo Jota só empurrar. Um detalhe importante, este foi o gol 10 mil na história do Liverpool.

Diogo Jota empurra a bola para o fundo da rede adversária Diogo Jota empurra a bola para o fundo da rede adversária – Foto: Michael Regan/Getty Images

Publicidade

Do trio que aquecia, Mané e Salah entraram, mas Firmino continuou no banco. No entanto, como o Midtjylland ensaiava uma reação, o que acelerou a entrada do brasileiro, a fim de resolver o placar. Entretanto, ainda assim o Liverpool só teve uma chance efetiva aos 42 minutos. Nela, Alexander-Arnold recebeu no lado direito e tocou para o meio. Firmino pegou na marca do pênalti, mas isolou a bola por cima.

Em seguida, o Liverpool quase foi castigado, quando Dreyer deu um lindo drible dentro da área inglesa, ficou de frente para Alisson, mas tocou para fora, na rede. O alívio para o Liverpool, 100%, veio aos 48 minutos, depois que Paulinho derrubou Salah dentro da área. Ele mesmo cobrou e garantiu a vitória inglesa em Anfield.