Publicidade

Neymar é o principal jogador brasileiro desta década que vai chegando ao fim. De 2011 a 2020, ele se consolidou como um craque e viveu muitos momentos marcantes: “cresceu” e brilhou pelo Santos, virou o cara da Seleção Brasileira, foi para o Barcelona e venceu e se tornou o jogador mais caro da história ao ir para o PSG.

LEIA MAIS! A estratégia do Real Madrid para tirar Mbappé do PSG. Confira!

Títulos não faltaram e nem tampouco jogos especiais, seja pelo Santos, pela Seleção Brasileira, Barcelona e PSG. E um drama também foi marcante, o susto na Copa do Mundo de 2014.

Dez momentos marcantes de Neymar na década

O título da Libertadores

Publicidade

Em 2011, o craque foi um dos destaques do Santos no título da Libertadores. No segundo jogo da final, contra o Peñarol, no Pacaembu, ele fez o gol que abriu o caminho para o troféu. O Peixe venceu por 2 a 1.

Neymar Libertadores Neymar marcou na final da Libertadores | Foto: Santos / Divulgação

Obra-prima e Puskás

Neymar, também em 2011, fez uma obra-prima. Na Vila Belmiro, no jogo contra o Flamengo, o craque recebeu a bola na ponta esquerda, passou pela marcação, tabelou com Borges, aplicou um drible desconcertante em Ronaldo Angelim e tocou na saída de Felipe. Pelo golaço, ele ganhou o Prêmio Puskás, de gol mais bonito.

Neymar Puskás Neymar fez uma obra-prima contra o Flamengo | Foto: Ricardo Saibun / Santos FC / Divulgação

Neymar se despede do Santos

A trajetória de Neymar no Santos terminou em 2013. A despedida foi no Mané Garrincha, em um empate sem gols com o Flamengo, pela 1ª rodada do Brasileiro. O craque chegou a chorar na hora do Hino Nacional.

Neymar Neymar chorou no adeus ao Santos | Foto: Reprodução Vídeo

Título da Copa das Confederações

Publicidade

Neymar não demorou a se transformar no cara da Seleção Brasileira. Em 2013, ele brilhou na conquista da Copa das Confederações. Na final, o Brasil venceu a Espanha por 3 a 0, no Maracanã.

Neymar Copa das Confederações de 2013 Neymar brilhou na Copa das Confederações | Foto: Laurence Griffiths/Getty Images

A estreia de Neymar pelo Barcelona

Em agosto de 2013, o craque estreou pelo Barcelona. Ele entrou no segundo na goleada sobre o Levante, por 7 a 0, pelo Campeonato Espanhol. Neymar passou em branco. O primeiro gol pelo Barça foi na final da Supercopa da Espanha, contra o Atlético de Madrid, em seu segundo jogo.

Pelo Barcelona, Neymar brilhou com gols e títulos | Foto: Divulgação Barcelona

Neymar vive drama na Copa do Mundo de 2014

Neymar já era o principal nome e o cara da Seleção Brasileira em 2014. Nas quartas de final, o atacante viveu um drama. Ele recebeu uma entrada de Zúñiga, da Colômbia, e fraturou a terceira vértebra lombar. Ficou fora da reta final do Mundial no Brasil.

Neymar levou a pior em entrada de Zúñiga | Foto: Arquivo

O título da Champions League

Publicidade

Na segunda temporada pelo Barcelona, o craque brasileiro se destacou na conquista da Champions League, em 2015. Ele marcou na final, na vitória sobre a Juventus, por 3 a 1. Por sinal, foi artilheiro do torneio, com dez gols, empatado com Messi e Cristiano Ronaldo.

A festa dos brasileiros do Barça na Champions de 2015 | Foto: Reprodução Internet

O ouro olímpico no Maracanã

Neymar foi o principal jogador na histórica conquista da sonhada medalha de ouro olímpica. Em 2016, na final contra a Alemanha, no Maracanã, coube ao craque bater e converter o pênalti que sacramentou o lugar mais alto do pódio. Após empate por 1 a 1 (Neymar marcou para o Brasil), a Seleção venceu nas penalidades por 5 a 4.

Seleção Brasileira Rio-2016 O sonhado ouro olímpico foi conquistado no Maracanã | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

A goleada sobre o PSG

Em 2017, Neymar comandou uma reação histórica. Após perder o jogo de ida por 4 a 0, o Barcelona precisava atropelar o PSG. O clube espanhol abriu 3 a 0, mas Cavani marcou e complicou a vida do rival, que agora tinha de fazer mais três gols. O relógio era inimigo, mas o Barça tinha Neymar. E um “milagre” aconteceu. Aos 43, o craque brasileiro marcou. Dois minutos depois, mais um dele. Faltava apenas um. E ele saiu com Sergi Roberto. Uma classificação histórica.

Publicidade

 

Messi e Neymar comemoram classificação histórica | Foto: PAU BARRENA/AFP via Getty Images

A chegada ao PSG

O clube francês não economizou para tirar o craque brasileiro do Barcelona. Em 2017, o PSG pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros e transformou Neymar no atleta mais caro da história do futebol. Pelo Paris Saint-Germain, ele vem colecionando gols e títulos e ainda busca a sonhada Champions que o time francês tanto deseja.

Agora em Paris, Neymar virou anti-herói na Espanha Neymar na chegada ao clube francês | Foto: Divulgação PSG