Publicidade

O mercado da bola continua a todo vapor. Por enquanto, o craque que se desenhava como principal nome desta janela de transferências continua no Borussia Dortmund: Erling Haaland. A cobiça é grande, mas o clube alemão resiste. E nas últimas 20 temporadas? Você lembra das maiores estrelas?

Cristiano Ronaldo? Tem! E em dose dupla. A lista também reforça o lado voraz de Real Madrid, Chelsea e PSG no mercado da bola. Este trio mostrou apetite nos últimos 20 anos, foi responsável por movimentar as janelas de transferência e transformou jogadores em astros.

Relacionadas

Neymar
Rafa Silva

A lista também tem nomes brasileiros, como Neymar, jogador mais caro da história. E também um atacante que ia para o Chelsea, mas acabou no Manchester City, além de um zagueiro de renome.

Galeria de Fotos

As estrelas das últimas 20 janelas de transferências

Publicidade

Revelado pelo Bayer de Leverkusen, Kai Havertz movimentou o último mercado da bola. Bayern de Munique e Real Madrid foram clubes interessados, mas quem levou a melhor foi o Chelsea. O clube inglês contratou o meia-atacante por 80 milhões de euros (R$ 486 milhões, na cotação atual).

Matthijs de Ligt foi um nome bem cobiçado no mercado da bola da temporada 2019/2020. Manchester United, Liverpool, Barcelona e PSG cresceram os olhos para o zagueiro holandês. Entretanto, quem levou a melhor foi a Juventus, por 85,5 milhões de euros (R$ 519,4 milhões, na cotação atual).

De Ligt na chegada à Juventus (Foto: Divulgação)

Cristiano Ronaldo sempre chama atenção. Na temporada 2018/2019, ele trocou o Real Madrid pela Juventus. Foi a grande movimentação daquela janela de transferências. Ele custou 117 milhões de euros (R$ 710,8 milhões, na cotação atual).

Publicidade

O PSG quebrou a banca e assustou o mundo do futebol na temporada 2017/2018. O clube francês tirou Neymar do Barcelona por 222 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão, na cotação atual). Neymar é o jogador mais caro da história.

Nasser Al-Khelaifi e Neymar PSG PSG assustou o mundo com Neymar | Foto: PSG / Divulgação

O Manchester United não economizou para ter Pogba novamente. Para tirá-lo da Juventus, na temporada 2016/2017, o clube inglês pagou 105 milhões de euros (R$ 637,9 milhões, na cotação atual).

O Manchester City foi buscar Kevin De Bruyne no Wolfsburg, na temporada 2015/2016, por 76 milhões de euros (R$ 461,7 milhões, na cotação atual).

Copa do Mundo sempre impacta na janela

Publicidade

James Rodríguez se destacou na Copa do Mundo de 2014 e foi um dos principais nomes da janela de 2014/2015. O Real Madrid contratou o colombiano por 75 milhões de euros (R$ 455,6 milhões, na cotação atual).

O Real Madrid precisou de muita paciência para tirar Bale do Tottenham na temporada 2013/2014. O galês custou 101 milhões de euros (R$ 613,6 milhões, na cotação atual).

Real abriu o cofres por Bale | Foto: Divulgação

O PSG tirou o valorizado Thiago Silva do Milan por 42 milhões de euros (R$ 255,1 milhões, na cotação atual), na temporada 2012/2013.

Publicidade

Na temporada 2011/2012, o PSG levou a melhor na corrida por Javier Pastore, que havia chamado atenção pelo Palermo, da Itália. O meia argentino custou 42 milhões de euros (R$ 255,1 milhões, na cotação atual).

Fernando Torres chamou atenção na temporada 2010/2011, ao trocar o Liverpool pelo Chelsea. O negócio foi fechado por 58,5 milhões de euros (R$ 355,4 milhões, na cotação atual).

CR7 aparece na lista mais uma vez

O Real Madrid tirou Cristiano Ronaldo do Manchester United na temporada 2009/2010 por 94 milhões de euros (R$ 571,1 milhões, na cotação atual).

Cristiano Ronaldo na chegada ao Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

Publicidade

O Chelsea levou uma “volta” no mercado da bola da temporada 2008/2009. O clube inglês viu o rival Manchester City dar um chapéu e contratar Robinho, junto ao Real Madrid, por 43 milhões de euros (R$ 261,2 milhões, na cotação atual).

O Liverpool foi buscar Fernando Torres no Atlético de Madrid na temporada 2007/2008. O clube inglês pagou 38 milhões de euros (R$ 230,8 milhões, na cotação atual).

O Chelsea tirou Shevchenko do Milan, na temporada 2006/2007, por 43,88 milhões de euros (R$ 266,5 milhões, na cotação atual).

Publicidade

Já na temporada 2005/2006, o Chelsea precisou abrir os cofres para contratar Essien, junto ao Lyon, por 38 milhões de euros (R$ 230,8 milhões, na cotação atual).

Outro nome que o Chelsea buscou no futebol francês, mas na temporada 2004/2005, foi Drogba, que era do Olympique de Marselha. O centroavante custou 38,5 milhões de euros (R$ 233,9 milhões, na cotação atual).

O Real Madrid galáctico

David Beckham se transformou em galáctico na temporada 2003/2004. Na ocasião, o Real Madrid pagou 37,5 milhões de euros (R$ 227,8 milhões, na cotação atual) ao Manchester United.

Zidane, Beckham e Ronaldo nos bons tempos dos galácticos do Real Madrid (Divulgação Real Madrid) Zidane, Beckham e Ronaldo nos bons tempos dos galácticos do Real Madrid (Divulgação Real Madrid)

Publicidade

O Real Madrid foi para cima de Ronaldo na temporada 2002/2003. Para tirá-lo da Inter de Milão, o clube merengue pagou 45 milhões de euros (R$ 273,4 milhões, na cotação atual).

Protagonista no mercado da bola, o Real Madrid foi buscar Zidane na Juventus, na temporada 2001/2002, por 77,5 milhões de euros (R$ 470,8 milhões, na cotação atual).

Comentários