Publicidade

O ex-atacante camaronês Samuel Eto’o parece colecionar processos na Vara de Família por filhas que não reconheceu. A bola da vez é Erika Eto’o do Rosario, filha de Adileusa ‘Dee Dee’ do Rosario. Esta teve relacionamento com o craque nos tempos de Barcelona, mas sua filha nunca recebeu um centavo do jogador.

Eto’o fez história no Barcelona (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona/ Divulgação)

Segundo informações do jornal “Mundo Deportivo” Eto’o teria dito a um amigo que para ele é como se “a mulher e a filha estivessem mortas”. Mas elas querem pelo menos 40 mil euros (mais de R$ 200 mil) de valores atrasados. A Justiça tinha determinado um pagamento mensal de 1.400 euros, mas o craque nunca pagou.

– Desde o dia em que nasceu ele nunca recebeu nada. Absolutamente nada, nem mesmo com uma decisão judicial. Ela cresceu sem o pai e sente muito porque nem sequer lhe deu a oportunidade de conhecê-la – disse Adileusa ao jornal “La Vanguardia”.

Eto’o tem histórico na Justiça

Publicidade

O caso de Erika Eto’o não é o primeiro processo de paternidade do jogador camaronês que acaba sendo resolvido na Justiça. Em 2004, um tribunal de Palma de Mallorca decidiu a favor de Anna Barranca, uma jovem que conheceu em Palma de Mallorca e com quem teve um relacionamento de três meses que terminou quando ela engravidou. Após anos de negligência, o pagamento da pensão imposta pelo juiz tanto a Barranca quanto sua filha Annie o levaram ao tribunal em pelo menos duas outras ocasiões (2019 e 2020). Elas tinham a esperança de que o atleta camaronês lhes pagaria mais de 10 mil euros atrasados.

Relacionadas

Neymar e Messi
Alisson

Além disso, em 2018, a mãe de outro de seus filhos, María Ángeles Pineda, exigiu o pagamento de 16.400 euros de pensão alimentícia que o jogador devia. Inicialmente, Eto’o teve que lhe pagar uma pensão de 3.000 euros por mês, cujo valor foi reduzido para 900 depois que o jogador de futebol concordou em cuidar das mensalidades escolares da menina. No entanto, ele também não pagou esse valor.

Comentários