Futebol Internacional

Eliminatórias pelo mundo: relembre gigantes que ficaram fora da Copa do Mundo

O desespero de Buffon com a eliminação da Itália, após repescagem contra a Suécia (Foto: Fifa)
O desespero de Buffon com a eliminação da Itália, após repescagem contra a Suécia (Foto: Fifa)

A Copa do Mundo do Qatar, de 2022, já se aproxima. Hora de acelerar o passo, via Eliminatórias, para carimbar o passaporte para o Mundial. Algum gigante vai ficar pelo caminho? Não é algo incomum.

LEIA MAIS! É Cristiano Ronaldo quem decide se deixa a Juventus, não o contrário

Seleções tradicionais, de camisa pesada, já amargaram o dissabor de ficar fora da Copa do Mundo. Em 2018, na edição na Rússia, a Itália foi ausência.

LEIA MAIS! Ex-colega chama Hazard de preguiçoso: “Não é justo que tenha tanto talento”

No clima da Data Fifa para as Eliminatórias, relembre seleções de peso que já sofreram na caminhada rumo à Copa e tiveram de assistir pela TV.

Gigantes que ficaram fora de Copa do Mundo

Itália

Tetracampeã, a seleção italiana ficou fora da Copa da Rússia de 2018. A Itália caiu na repescagem para a Suécia e teve de assistir ao Mundial pela TV. Foi a terceira vez que o país não disputou uma Copa. Já havia acontecido em 1958 e 1930 (esta por desistência).

O desespero de Buffon com a eliminação da Itália, após repescagem contra a Suécia (Foto: Fifa) copa do mundo

Buffon na eliminação da Itália para a Suécia (Foto: Fifa)

Uruguai

Dono de dois títulos mundiais, o Uruguai foi surpreendido na caminhada para a Copa do 2006. Com jogadores como Lugano, Paolo Montero e Alvaro Recoba, a Celeste caiu na repescagem para a Austrália. O Uruguai também não disputou o Mundial de 1934 e 1938 (se recusou a jogar) e 1958, 1978, 1982, 1994 e 1998.

Recoba era o craque uruguaio da época | Foto: Divulgação

Inglaterra

A seleção inglesa, com uma elenco com David Seaman, Tony Adams, Paul Ince, David Platt, entre outros, decepcionou nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1994 e não disputou a edição dos Estados Unidos. A Inglaterra não quis disputar as Copas de 1930, 1934 e 1938 e ficou fora de 1974, 1978 e a de 1994.

Paul Ince Inglaterra

Paul Ince defendeu a Inglaterra até 2000 | Foto: Imago Images

Argentina

Os hermanos decepcionaram nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 1970. A Argentina perdeu para Peru e Bolívia e não se classificou para o Mundial. Em 1938, 1950 e 1954, a Argentina, por opção, não quis disputar a Copa do Mundo.

Holanda

Bateu três vezes na trave em Copas do Mundo – foi vice em 1974, 1978 e 2010 – e acumula algumas decepções nas Eliminatórias. Em 1986, por exemplo, com uma geração que contava com Ruud Gullit e Rijkaard, a Holanda perdeu a repescagem para a Bélgica. No século XXI, ficou fora da Copa de 2002, mesmo com Seedorf, Davids, Nistelrooy & Cia., e 2018, contava com Robben e Sneijder.

Ruud Gullit Holanda Copa do Mundo

Ruud Gullit: referência holandesa | Foto: Imago Images

França

Uma decepção francesa aconteceu nas Eliminatórias para a Copa de 1994. Com um elenco que contava com Laurent Blanc, Deschamps, Desailly, David Ginola, Papin e Cantona, a França viu a Bulgária, de Hristo Stoichkov, ir para o Mundial nos Estados Unidos.

Eric Cantona França Copa do Mundo

Eric Cantona marcou época | Foto: Imago Images

Portugal

A seleção portuguesa também amargou um momento em que tinha um elenco cercado de expectativa, mas que acabou fora da Copa do Mundo. Com Figo, Rui Costa, Sérgio Conceição, Pauleta & Cia., Portugal naufragou nas Eliminatórias e ficou fora da Copa do Mundo de 1998.

Luis Figo, que como Cristiano Ronaldo vestiu a camisa do Real Madrid, não conseguiu classificar Portugal em 1994

Figo defendeu Portugal por muitos anos


Você Também pode gostar

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *