Publicidade

Sete jogadores da Juventus, entre eles Cristiano Ronaldo, estão sob investigação por terem quebrado o protocolo de isolamento, conforme o jornal Gazzeta dello Sport. Embora o caso do português tenha sido o que mais ganhou evidência, a Velha Senhora tem vários problemas internos ligados ao coronavírus, de acordo com a publicação. Essa quebra de protocolo ocorreu antes da pausa das competições nacionais para os jogos das seleções.

Cristiano Ronaldo investigado pelo Ministério Público de Turim (Foto: Getty)

Como se sabe, Cristiano Ronaldo desfalcou Portugal na vitória sobre a Suécia por 3 a 0, na última quarta-feira (14).

Ainda de acordo com a Gazzetta dello Sport, esses jogadores são Rodrigo Bentancur, Juan Cuadrado, Danilo, Paulo Dybala, Merih Demiral, Cristiano Ronaldo e até o veterano Buffon. Todos estão sob investigação.

Leia também

Publicidade

Liverpool encerra sua janela com empréstimo de jovem da base

Na bronca! Eriksen alfineta técnico da Internazionale

O Ministério Público de Turim está encarregado de investigar para saber se as regras anti-Covid foram realmente quebradas, e em que nível. A direção da Juventus, no entanto, acredita que os seus jogadores não quebraram regra alguma. Entretanto, até que se tenha uma posição oficial do órgão público, permanece o suspense.