Publicidade

O Benfica denunciou nesta quinta-feira (15) comportamento racista, após o jogo contra o Famalicão, válido pela Copa de Portugal feminina. Na sua newsletter diária, os encarnados apontam as “lamentáveis manifestações racistas”, vindas do estafe dos adversários. As ofensas teriam sido dirigidas a Christy Ucheibe, meio de campo do Benfica.

Christy Ucheibe foi vítima de atitudes racistas, de acordo com nota do Benfica - Foto: Divulgação Christy Ucheibe foi vítima de atitudes racistas, de acordo com nota do Benfica – Foto: Divulgação

Confira a nota na íntegra.

“No dia em que o primeiro-ministro anunciou o regresso ao estado de calamidade, o Benfica, que tudo tem feito pela proteção da saúde pública, junto dos seus colaboradores e das suas equipes e na organização dos jogos em que está envolvido, tem de se questionar se todas as pessoas que estiveram presentes na bancada do Campo n.º 1 do Centro de Estágio do FC Famalicão pertenceriam à organização do jogo e ao staff da equipa famalicense… E o esclarecimento dessa dúvida tornou-se ainda mais premente pelas lamentáveis manifestações racistas ocorridas ontem (quarta-feira), vindas dessa bancada e dirigidas à nossa atleta Christy Ucheibe.

É imperativo que este tipo de comportamento seja erradicado definitivamente na nossa sociedade e, em particular, nas bancadas de estádios e pavilhões. É inaceitável que continue a haver atos racistas e que os prevaricadores não sejam sempre punidos. Este é um sintoma da persistência de atraso civilizacional neste domínio, o qual há muito deveria ter sido colmatado. À Christy Ucheibe e às suas colegas de equipe, manifestamos a nossa solidariedade e reafirmamos que o Benfica continuará a contribuir ativamente para a supressão deste flagelo da nossa sociedade”.

Publicidade

A nota, no entanto, não explicita as ofensas, apenas citando a ocorrência.

Leia também

No embarque para o Rio, Sá Pinto comete gafe e cita façanha do Flamengo

Antes Obina era melhor que Eto’o, agora Jardel era melhor do que Lewandowski