Publicidade

A criação da Superliga Europeia impulsionou um movimento curioso no futebol do Velho Continente. Clubes que estão fora desse novo grupo estão reivindicando títulos importantes, como a Premier League, por exemplo. Como assim?

Nuno Esprito Santo, técnico do  Wolverhampton, que reivindica título da Premier League - Foto: Sebastian Frej/MB Media Nuno Esprito Santo, técnico do Wolverhampton, que reivindica título da Premier League – Foto: Sebastian Frej/MB Media

Simples: uma vez que a própria Uefa está “excomungando” os integrantes da Superliga, nada mais justo que tirar deles os títulos  conquistados até agora. Assim, isso é o que incentivou a movimentos como o do Wolverhampton. O clube inglês reivindicou o título da Premier League na temporada 2018/19. Como assim?

Publicidade

Desse modo: naquela temporada, o Wolverhampton terminou a competição em 7º lugar. Entretanto, ficou atrás justamente de seis clubes que hoje formam a Superliga, sendo Manchester City, Liverpool, Chelsea, Tottenham, Arsenal e Manchester United. Assim, nada mais justo, para o Wolverhampton, reivindicar o título.

Comentários