Publicidade

A Série B do Campeonato Brasileiro vai ter VAR a partir do segundo turno. Uma decisão, no mínimo, controversa. Há um evidente desequilíbrio. Afinal, erros de arbitragem no primeiro turno não puderam ser corrigidos ou impedidos com a ajuda da tecnologia.

Por falar em erro de arbitragem, o VAR poderia ter mudado o destino de várias finais ao longo da história. Aquele gol impedido, um pênalti não dado… erros que a tecnologia passou a corrigir.

Galeria de Fotos

Finais que a história seria outra com VAR

Decisão da Copa do Mundo de 1966

A Inglaterra contou com um gol fantasma na final do Mundial de 1966, contra a Alemanha. O chute de Hurst explodiu no travessão e quicou perto da linha do gol. A arbitragem deu gol. Os ingleses venceram por 4 a 2.

Final Copa do Mundo 1966 Para inglês ver? Bola não entrou | Foto: Reprodução Vídeo

Paulistão de 1971

Publicidade

O Palmeiras precisava vencer o São Paulo na decisão do Estadual de 1971. No segundo tempo, quando o placar apontava 1 a 0 para os tricolores, Leivinha, de cabeça, empatou, aos 22 minutos. Seria a reação? Nada disso. O árbitro Armando Marques apontou mão e anulou o lance.

São Paulo de 1971 São Paulo faturou o título paulista de 1971 | Foto: Arquivo histórico do São Paulo

Final do Brasileiro de 1982

O Flamengo segurou o Grêmio na decisão do Brasileiro de 1982, no Olímpico. O clube carioca vencia por 1 a 0, quando Baltazar cabeceou no alto. Andrade meteu a mão na bola e salvou. O árbitro Oscar Scolfaro não deu o pênalti.

Flamengo x Grêmio 1982 Andrade deu uma de goleiro | Foto: Reprodução

Final do Carioca de 1985

Teve polêmica e erro de arbitragem na decisão do Carioca de 1985, entre Fluminense e Bangu. No último lance do jogo, Cláudio Adão foi derrubado na área por Vica, mas o árbitro José Roberto Wright ignorou o lance. O Flu venceu por 2 a 1 e foi campeão.

Carioca 1985 Pênalti ignorado em Cláudio Adão | Foto: Reprodução Vídeo

Brasileiro de 1986

Publicidade

Na decisão entre Guarani e São Paulo, o árbitro José de Assis Aragão não marcou um pênalti em cima de João Paulo, do Bugre. A final foi para os pênaltis e o Tricolor Paulista levou a melhor.

São Paulo 1986 São Paulo ganhou Brasileiro de forma polêmica | Foto: Reprodução

O gol de Maurício

O título carioca de 1989 é especial para o Botafogo, pois tirou o time da fila de 21 anos. O herói Maurício deslocou Leonardo, do Flamengo, no lance do gol do Fogão.

Maurício faz o gol do caneco em 1989 (Foto: Arquivo Ferj)

Erros em série na final do Brasileiro de 1995

O Botafogo foi campeão brasileiro em cima do Santos, no Pacaembu, após empate por 1 a 1. A final foi marcada por três erros da arbitragem de Márcio Resende de Freitas. Os dois gols do jogo foram irregulares. Túlio estava impedido no gol carioca e o lateral Capixaba ajeitou com a mão e tocou para Marcelo Passos. E a arbitragem ainda anulou erradamente um gol do Peixe, por impedimento inexistente.

Túlio Maravilha Túlio se eternizou no Botafogo em 1995 | Foto: Botafogo / Divulgação

Final da Copa do Brasil de 1999

Publicidade

O Juventude segurou o Botafogo na decisão da Copa do Brasil e conquistou o título. Porém, a arbitragem de Márcio Resende de Freitas anulou dois gols do clube carioca.

Juventude levou a melhor em 1999 (Foto: CBF)

Decisão do Carioca de 2005

O Fluminense precisava vencer o Volta Redonda por dois gols para conquistar o Estadual. Conseguiu, mas o Voltaço ficou na bronca com a arbitragem. Tuta atrapalhou o goleiro Lugão em um lance que resultou em gol do Flu.

Fluminense 2005 Fluminense foi campeão em cima do Volta Redonda | Foto: Site Fluminense

Final do Carioca de 2007

A decisão entre Flamengo e Botafogo estava empatada por 2 a 2, já nos acréscimos, quando Dodô foi lançado e chutou para o gol, após o apito do árbitro Djalma Beltrami. A posição do artilheiro era legal. Para piorar a situação, Dodô, que já tinha amarelo, foi expulso. O Fla faturou o título nos pênaltis.

Dodô Botafogo Dodô estava em condição legal | Foto: Reprodução Vídeo

Santo André x Santos na final do Paulista de 2010

Publicidade

A arbitragem comandada por Sálvio Spínola Fagundes Filho anulou um gol de Rodriguinho, do Santo André, no duelo com o Santos. Apesar da derrota por 3 a 2, o Peixe faturou o título – havia vencido o jogo de ida por 3 a 2.

Santos 2010 Santos faturou o caneco em 2010 | Foto: Santos

O gol de Márcio Araújo em 2014

Nos acréscimos, o Flamengo conquistou o título estadual em cima do Vasco. O Rubro-Negro tinha a vantagem do empate e buscou a igualdade nos acréscimos do segundo tempo: 1 a 1. Porém, o gol do Fla foi irregular. Márcio Araújo estava impedido.

Márcio Araújo Márcio Araújo estava impedido | Foto: Reprodução

Comentários