Publicidade

Ex-jogador Rogério está livre para tentar resolver seu problema com a Justiça (Divulgação) Ex-jogador Rogério está livre para tentar resolver seu problema com a Justiça (Divulgação)

O ex-jogador Rogério, que defendeu clubes como Corinthians e Palmeiras, foi libertado nesta sexta-feira. Ele estava preso em dezembro do ano passado, em razão de uma dívida de mais de R$ 600 mil em pensão alimentícia. Cumpriu 30 dias de pena, ainda não pagou o que deve, mas foi liberado por decisão judicial. Rogério, aquele mesmo que levou as famosas “pedaladas” de Robinho, luta agora para renegociar o valor e quitar a dívida. O valor se refere ao período de dezembro de 2012 a julho de 2016.

O caso de Rogério não é exclusivo. Mesmo grandes estrelas do futebol mundial, como Romário, já foram detidos pelo mesmo motivo. Confira uma pequena lista.

Publicidade

Daniel Frasson

Daniel Frasson trabalha com as divisões de base do Fortaleza atualmente (Divulgação Fortaleza)

Ex-jogador de Palmeiras, Internacional e Atlético Mineiro, Daniel Frasson foi preso na última segunda-feira (8), em Itapira, São Paulo. Acompanhava a equipe do Fortaleza na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Foi solto nesta quinta-feira, após pagar pouco mais de R$ 20 mil de pensão alimentícia.

Publicidade

Zé Elias

Zé Elias, atualmente, comenta jogos em programas de tevê (Reprodução ESPN)

Em julho de 2011, Zé Elias foi detido por não pagar pensão aos dois filhos. O valor, na época, era de aproximadamente R$ 1 milhão, referente ao período de dois anos. Ficou preso por 30 dias.

Publicidade

Roberto Carlos

Roberto Carlos escapou por pouco da cadeia (Divulgação CBF)

Ex-jogador do Real Madrid, entre outros clubes – além de Seleção Brasileira -, Roberto Carlos teve a prisão decretada em agosto do ano passado. O motivo foi não pagamento de pensão alimentícia, sendo que a dívida era de R$ 61 mil. Roberto Carlos, no entanto, pagou o que devia antes de ser levado à prisão.

Publicidade

Edílson “Capetinha”

Edilson Capetinha encerrou a carreira, aos 39 anos. Em seu retorno, vestiu a camisa do Taboão da Serra-SP (Foto: Divulgação CBF) Edilson Capetinha encerrou a carreira, aos 39 anos. Em seu retorno, vestiu a camisa do Taboão da Serra-SP (Foto: Divulgação CBF)

O “Capetinha” ficou quatro dias preso, também em 2017, por deixar de pagar pensão alimentícia. Na verdade, foi a terceira prisão de Edílson pelo mesmo motivo.

Leia também:

Publicidade

Harry Kane iguala recorde de Gerrard na Premier League
Eto’o no futebol brasileiro? Relembre outros destaques cotados no país
Antes Rei do Mercado, Real Madrid agora é lanterna entre os grandes
Veteranos famosos e times pequenos: a rotina dos Estaduais
Relembre momentos da primeira passagem de Vagner Love pelo Flamengo
Abidal e o câncer: ‘Messi pediu para não enviar vídeos’
As metas para Philippe Coutinho engordar a conta do Liverpool

Até o senador…

Romário

Publicidade

O ex-jogador e atualmente senador pelo Rio de Janeiro, Romário foi preso em 2009. Passou uma noite detido em razão de uma dívida de R$ 89 mil relacionada à pensão de dois de seus filhos. Moniquinha e Romarinho, na época, tinham 15 e 19 anos. Romário já havia sido preso antes, em 2004, também por problemas com pagamento de pensão alimentícia.

Fábio Bilica

Fabio Bilica defendeu a Seleção Brasileira e atuou também no futebol turco (Divulgação Fenerbahçe)

Publicidade

Tem mais de uma prisão no “currículo”. Zagueiro com passagem pela Seleção Brasileira, além de Grêmio e Fenerbahçe, Bilica foi preso em 2016 sob acusação de dever um valor um pouco maior de R$ 17 mil em pensão alimentícia, em João Pessoa, na Paraíba. Em 2015, em Araçagi, ele havia sido detido ainda no campo de jogo, também em razão de atrasos na pensão.