Publicidade

O apelido de Profeta cai como uma luva para Hernanes. A salvação do São Paulo no Campeonato Brasileiro passa pelos pés do meia. O camisa 15 foi e é fundamental na recuperação do time, obstinado a cumprir a profecia que fez ao retornar ao time.

“Vamos nos salvar. Não sei em qual rodada, mas vamos. Temos muito tempo e qualidade no elenco, estamos trabalhando para que isso aconteça”, declarou Hernanes, ao ser apresentado, no dia 25 de julho.

Hernanes é decisivo na recuperação do São Paulo no Brasileiro | Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Quando o Profeta chegou, o São Paulo ocupava a 18ª colocação, na zona de rebaixamento. Agora, o time está na 11ª posição, com cinco pontos de frente para a Ponte Preta, clube que abre a zona da degola. O fator Hernanes explica a melhora do Tricolor Paulista. Com ele, em 15 jogos, a equipe soma 53,3% de aproveitamento, com sete vitórias, três empates e cinco derrotas. Antes do Profeta, o São Paulo teve 38% de aproveitamento (cinco triunfos, cinco empates e oito derrotas).

O artilheiro do São Paulo

Publicidade

Hernanes tem sido decisivo. Na vitória sobre o Santos, no sábado, ele deu duas assistências (tem três ao todo no retorno ao Tricolor Paulista). A faceta de artilheiro está em dia. Ele soma oito gols em 15 jogos: é o goleador do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Antes do Profeta, o time marcou 16 gols. Com ele, foram 25 (o meia é responsável por 32%).

Leia mais:
Líder do 1º turno e na degola no returno: o ‘duas caras’ Corinthians
Oito coisas no futebol que nos tiram do sério

Kannemann, Nadal, Adriano… ritual, manias e superstições no esporte
A corrida pelo posto de ‘Carrasco dos clássicos’ em 2017
Expulsões, polêmicas e confusões: bolas fora de Neymar na carreira

Era Tite na Seleção Brasileira: 60 jogadores já foram chamados; Veja a lista

O meia, em gols, já se aproxima das temporadas de 2009 e 2010, quando marcou dez vezes em 58 e 42 jogos, respectivamente, pelo Tricolor Paulista. A média de 0,53 gol por jogo até aqui é a melhor da carreira do Profeta. Em 2010/2011, pela Lazio, ele teve média de 0,32 (fez 12 gols em 37 partidas). A temporada mais artilheira de Hernanes foi em 2012/2013, quando balançou a rede 14 vezes, pela Lazio.