Publicidade

 

Em um jogo dramático o Fluminense arrancou empate por 2 a 2 com o Barcelona no Maracanã na noite desta quinta-feira pela rodada de ida das quartas de final da Copa Libertadores.

O Tricolor abriu o placar, levou a virada e empatou com Fred nos acréscimos do segundo tempo.

Publicidade

Com o resultado as cobranças sore o técnico Roger Machado aumentam. Além disso o Tricolor vai precisar ganhar na próxima semana para se classificar. Uma tarefa complicada no principal torneio para os brasileiros. Empate até 1 a 1 serve aos equatorianos.

Fluminense tentou se impor contra o Barcelona (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

As duas equipes farão o jogo da volta na quinta-feira da próxima semana no Equador. Mas antes disso o Tricolor volta a campo pelo Campeonato Brasileiro. O Tricolor visita o Internacional no domingo, às 20h30(de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Fluminense sofre, mas sai primeiro tempo em vantagem

Fluzão comemora a abertura do placar (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O Fluminense passou 20 minutos tentando encontrar um jeito de penetrar na defesa do Barcelona. Com pouca movimentação, o Tricolor era presa fácil para os equatorianos, que controlavam facilmente os atacantes do time brasileiro.

Publicidade

O primeiro chute tricolor veio aos 21 minutos, quando Yago arriscou de fora da área e mandou a bola sobre o gol. Neste cenário um gol só sairia se o Barcelona falhasse e foi o que aconteceu aos 25 minutos. Cazares cobrou falta para a área e o goleiro Burrai se chocou com Riveros. Assim a bola sobrou para Gabriel Teixeira apenas empurrar para o fundo da rede.

Relacionadas

Nino Fluminense

Com a desvantagem o Barcelona passou a ocupar o campo do adversário e por muito pouco não empatou aos 33 minutos. Díaz cobrou falta para a área e Piñatares rolou para Mastriani chutar para o fundo da rede. Mas o árbitro venezuelano Alexis Herrera corretamente anotou o impedimento.

Barcelona empatou quando não merecia

Fluminense teve dificuldades contra o Barcelona (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O Fluminense voltou para o segundo tempo disposto a liquidar o jogo. Assim criou chances. Aos dois minutos Egídio aproveitou sobra do ataque e mandou a bola sobre o gol. Quatro minutos depois Gabriel Teixeira cruzou, mas Fred não conseguiu concluir.

Publicidade

Mas foi o Barcelona quem conseguiu o empate aos 23 minutos. Emmanuel Martínez cruzou pela esquerda, Preciado subiu mais que a zaga e mandou a bola para o fundo da rede do goleiro Marcos Felipe.

Aos 31 minutos o Barcelona ficou com um homem a menos em campo depois de Martínez foi expulso por cometer falta em Samuel Xavier. Ele já tinha cartão amarelo. O castigo maior do Fluminense veio aos 42 minutos quando Nino cometeu pênalti na área. Cortez cobrou e estufou as redes do Tricolor. Era a virada.

Mas o Fluminense reagiu nios acréscimos e de pênalti também. Abel Hernández foi derrubado na área e Fred decretou o empate.

Publicidade

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE-BRA 2 X 2 BARCELONA-EQU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de agosto de 2021, quinta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alexis Herrera (VEN)
Assistentes: Carlos Lopez (VEN) e Jorge Urrego (VEN)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Renda e público: jogo disputado sem a presença de público por conta da pandemia
Cartões amarelos: Nenê (Fluminense) e Molina, Garcés e Emmanuel Martínez (Barcelona)
Cartões vermelhos: Emmanuel Martínez (Barcelona)
Gols:
FLUMINENSE: Gabriel Teixeira aos 25 minutos do 1º Tempo e Fred aos 50 minutos do 2º Tempo
BARCELONA: Preciado aos 23 e Cortez aos 42 minutos do 2º Tempo

FLUMINENSE: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago e Cazares (Nenê); Luiz Henrique, Gabriel Teixeira (Kayky) e Fred
Técnico: Roger Machado
BARCELONA: Burrai, Castillo, León, Riveros e Pineida; Emmanuel Martínez, Molina (Carcelén), Piñatares e Damián Díaz (Cortez) (Leonel Quiñónez); Perlaza (Adonis Preciado) e Mastriani (Garcés)
Técnico: Fabián Bustos

Publicidade

 

Comentários