Publicidade

Paulo Henrique Ganso continua sem entregar tudo o que sua chegada ao Fluminense gerou de expectativa. O jogador vinha entrando bem no segundo tempo dos jogos. Mas normalmente quando a coisa estava resolvida ou o jogo favorável. Na noite de domingo, durante a derrota para o Grêmio, o jogador foi acionado. Mas quem esperava que ele pudesse mudar os rumos da derrota de 1 a 0 para o Grêmio se enganou. O jogador não conseguiu render bem e ain da contribuiu para prejudicar uma das principais virtudes do time de Odair Hellmann: a velocidade.

Paulo Henrique Ganso voltou a ficar na berlinda no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O jogador acabou frustrando os torcedores que estavam empolgados com seu crescimento. alguns cobravam nas redes sociais a sua presença desde o começo dos jogos. Mas pelo que se viu contra o Grêmio isso ainda está longe de acontecer.

Leia também:

Publicidade

Leia também:

Resposta do Flu torna acerto com Dodi mais distante
Fluminense estende contrato de Caio Paulista 

Odair Hellmann evitou falare sobre o assunto na entrevista que deu após a partida. Mas pelo tom exibido não ficou satisfeito.

Publicidade

– Quando o time ganha até respondo individualmente sobre jogadores, para atender aos torcedores. Mas quando o resultado é negativo não vejo motivos para individualizarmos a derrota. A responsabilidade pelo mau resultado é minha. Todos os jogadores tentaram dar o seu melhor, mas não conseguimos nem individual e nem coletivamente fazer uma boa partida. Por isso que perdemos – disse Odair.

Ganso enfrentou polêmicas no Fluminense

Odair tem calma com Ganso no Fluminense (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O Fluminense contratou Ganso em fevereiro do ano passado. Até teve um bom começo no Campeonato Carioca. Mas aos poucos foi caindo de produção até virar reserva em definitivo. Passou a ser lembrado sempre pelas cobranças ou pelas polêmicas. Chegou a bater boca na frente das câmeras com torcedores da Chapecoense na Arena Condá. Também foi o pivô da demissão do técnico Oswaldo de Oliveira ao trocar ofensas em público com o treinador ao ser substituído.

Agora o Fluminense terá uma semana vazia mais uma vez para se preparar para o próximo compromisso. O time volta a campo no sábado, às 21h30(de Brasília), para medir forças com o Palmeiras no Estádio Allianz Parque, em São Paulo (SP). Estacionado com 32 pontos o Tricolor foi ultrapassado pelo São Paulo, caindo para a quinta colocação. Mas ainda há esperança do elenco na briga poelo título. Assim a semana será de muito trabalho.