Publicidade

O Fluminense está com o olho aberto quando o assunto é o Santos. Isso porque o Peixe vem olhando para o clube carioca como uma fonte de reforços. Foi assim com nomes envolvendo o meia Paulo Henrique Ganso e o jovem Miguel.

A pedido do técnico Fernando Diniz, o Santos procurou o Fluminense com a intenção de contar com o meia Paulo Henrique Ganso. O alto salário do jogador de 31 anos, entretanto, não permite que o Peixe arque integralmente com a parte financeira.

Santos quer Ganso. Mas Flu não liberou (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

A diretoria santista propôs então uma divisão dos salários do jogador mas os tricolores fizeram exigências que inviabilizaram, ao menos por enquanto, o empréstimo.

Publicidade

MAIS! Fluzão se espelha em 2012 na busca da classificação

Ganso chegou ao Fluminense em 2019 com status de ídolo. Recebeu a camisa 10, mas não conseguiu se firmar como titular com nenhum dos treinadores que passaram pelo clube. Hoje é uma espécie de reserva de luxo no Tricolor e normalmente só entra em campo no segundo tempo de alguns jogos.

Relacionadas

A oportunidade de voltar a trabalhar com Diniz e a possibilidade de conseguir mais tempo em campo motivam o jogador a querer a transferência. Assim, os representantes de Ganso ainda tentam convencer a diretoria do Fluminense a ceder.

Publicidade

O Santos, por sua vez, aguarda o desenrolar da situação, mas não está parado e voltou as atenções para outro tricolor, o jovem Miguel. A promessa de 18 anos está em litígio com o clube das Laranjeiras e tenta sua liberação.

Comentários