Publicidade

O Fluminense vai entrar na Copa Libertadores com um orçamento muito menor do que alguns postulantes ao título. Casos, por exemplo, de Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG. Mas mesmo assim o Tricolor tem esperanças de ser campeão. A principal aposta está na identificação do elenco com o clube.

Mário Bittencourt aposta no Fluminense (Foto: Instagram)

Uma mescla envolvendo experientes que compraram a causa do clube e jovens revelados nas categorias de base demonstrou que o Fluminense acertou para 2020. A vaga na Copa Libertadores não era algo que a maioria dos tricolores esperava antes do começo do Brasileirão.

LEIA MAIS! Fluminense mira reforços no mercado sul-americano

Publicidade

O meia Nenê parece ser tricolor há anos. Fred dispensa comentários quando o assunto é identificação com o Fluminense. Mas os experientes não conseguiriam segurar sozinhos o rojão. Assim uma relação de jovens revelados em Xerám mostrou sua força, principalmente quando os desgalques eram grande número.

Mário é um dos mais esperançosos

Roger Machado e o presidente Mário Bittencourt miram a Libertadores (Foto: Divulgação)

O presidente Mário Bittencourt acredita que esta mescla pode fazer a diferença.

– Nas competições da América do Sul a identificação com o clube fala muito alto. Além disso tem outros fatores. Só bom orçamento não garante ninguém. Haja vista que os clubes argentinos têm orçamentos menores do que os dos brasileiros e mesmo assim levam vantagem muitas vezes. Realmente estou confiante de que podemos brigar por esse título. Trata-se de um mata-mata, fases curtas. Assim estou acreditando muito – disse Bittencourt.

Publicidade

O Fluminense ainda tem no primeiro semestre a Copa do Brasil e o Campeonato Carioca. Mas a Copa Libertadores é sim a grande prioridade do trabalho a ser comandado pelo técnico Roger Machado. Assim os próximos meses serão animados no Tricolor.