Celso Barros critica presidente após caso Dodi

publicado em 20/11/2020 às 18:31

O presidente Mário Bittencourt foi eleito no Fluminense com Celso Barros sendo vice. Ao longo de seu mandato, os dois dirigentes entraram em rota de colisão.

Mário Bittencourt e Celso Barros eram aliados (Foto: Instagram)

Celso Barros chegou a comandar o futebol tricolor, mas foi afastado por Bittencourt. Desde então, ambos trocam acusações e críticas.

Nesta sexta-feira, Celso Barros se pronunciou sobre o afastamento de Dodi, que não irá renovar seu contrato com o Fluminense. O vice-presidente criticou o empresário do jogador e o mandatário tricolor.

“O atual episódio do atleta Dodi esse ano, em muito se assemelha com o de Danielzinho, no período em que eu estava no futebol do Flu. Jogadores e atletas, seis meses antes do final de contrato, procuram ser valorizados pelo trabalho que realizaram no clube. Nada de anormal nisso. No entanto, o que não é normal é a forma com que alguns empresários tocam essas negociações. Existe sempre o discurso em que dizem que o jogador sempre quer ficar no clube e ao final o atleta vai embora. Nestes dois episódios esteve presente o empresário Marcio Bittencourt, que é visto no futebol do Flu como uma pessoa que gosta e sempre pensa no melhor para o clube. É o famoso “me engana, que eu gosto”.
Por último, caro presidente, é como diz outra expressão popular: ”O pau que dá em Chico, dá em Francisco.” ST”, escreveu.

Leia também:

Odair Hellmann esboça escalação do Fluminense

Afastamento de Dodi pode ser mais grave para o Fluminense. Entenda!

O Fluminense encerrou as negociações com os representantes de Dodi e afastou o volante do elenco. O jogador vai treinar separado até o final do seu contrato.

Deixe seu comentário:

Comentário