Publicidade

O Bragantino tem dado sorte ao Fluminense. Não apenas por conta da classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil. Mas também no aspecto financeiro. O clube de Bragança Paulista (SP) vai contribuir para um reforço de peso nos cofres das Laranjeiras. O Bragantino está fazendo o Fluminense ganhar mais de R$ 6 milhões.

Ao passar pelo Bragantino e chegar às oitavas de final da Copa do Brasil o Fluminense ganhou de prêmio da CBF o valor de R$ 2,7 milhões. Esse valor é ainda maior por conta da participação nesta fase do torneio, que ainda rendeu R$ 1,7 milhão.

Praxedes vai render R$ 3,7 milhões ao Fluminense (Foto: Ricardo Duarte/Inter)

Mas o Bragantino não está dando dinheiro ao Fluminense apenas na Copa do Brasil. Indiretamente o clube paulista vai ajudar os cofres do Tricolor por contratar o volante Bruno Praxedes, de apenas 19 anos, que estava no Internacional. O Bragantino vai pagar cerca de R$ 37 milhões ao Colorado. Mas o Tricolor tem 10% dos direitos federativos do jogador, algo em torno de R$ 3,7 milhões.

Publicidade

MAIS! Fluminense busca reforço velho conhecido de rival

Em 2018 o Internacional comprou 50% dos direitos federativos do jogador. Além disso exerceu o direito de comprar mais 20% no ano passado. O Fluminense tinha 30%, mas cedeu 20% aos empresários para abater uma antiga dívida. Assim ficou com apenas 10%.

Praxedes teve problema no Fluminense

Bragantino cruza o caminho do Flu: sinal de dinheiro (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Praxedes chegou a se envolver com uma polêmica com a torcida do Fluminense quando jogava nas categorias de base das Laranjeiras. Na ocasião revelou nas redes sociais que era torcedor do Flamengo. Foi o suficiente para que a negociação com o Inter fosse vista com bons olhos. Agora é aguardar o desfecho da transação com o exterior.

Relacionadas

Ronaldo Bahia

Publicidade

Somando os valores da classificação na Copa do Brasil (R$ 2,7 milhões) e o valor a receber pela venda de Praxedes (R$ 3,7 milhões) o Fluminense vai ganhar mais de R$ 6 milhões. Assim não é má ideia cruzar o caminho do Bragantino.

Comentários