Publicidade

O Flamengo continua com problemas defensivos e mais uma dupla de zaga não passa em teste. Após várias semanas fora do time, Rogério Ceni dá nova oportunidade a Bruno Viana, mas zagueiro não corresponde.

Com a saída de Gerson e a lesão de Diego, o treinador rubro-negro voltou a utilizar Willian Arão como volante. Assim, Rodrigo Caio passou a atuar pelo lado direito da zaga, seu preferido, e uma nova peça entrou do lado esquerdo.

Bruno Viana (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

No Fla-Flu do último domingo, Ceni escalou Gustavo Henrique, que normalmente é sua primeira opção. O zagueiro, entretanto, recebeu críticas por sua lentidão no lance que originou o gol da vitória do Tricolor, no final do jogo.

Publicidade

Para o duelo contra o Atlético-MG, nesta quarta-feira, Ceni então resolveu resgatar Bruno Viana. Desde que falhou triplamente no empate contra o Unión La Calera, no Chile, pela Libertadores, em maio, ele não aparecia no time. Único reforço do Flamengo na temporada, o zagueiro foi crucificado e parecia carta fora do baralho.

Relacionadas

Ceni Flamengo

Bem nos treinos

Após a partida no Mineirão, Ceni justificou sua opção.

– O Bruno vem treinando bem todos os dias. O motivo de começar com ele foi porque ele tem, realmente, uma condução de bola e passe em profundidade, entre linhas, bons, além de que, eu queria colocar o Rodrigo para fazer o confronto com o Hulk, porque o Rodrigo é um jogador de mais força física, melhor cabeceio, e ele teve muito sucesso no primeiro tempo, o Rodrigo – afirmou.

Publicidade

Para o treinador, embora admita que a atuação de Bruno Viana não foi boa, ele não teve culpa na derrota para o Galo.

– Logicamente, nem sempre você está numa noite feliz, hoje não teve uma noite tão boa, mas não considero um erro, tanto que os gols saíram no segundo tempo, não no primeiro quando ele estava em campo. Foi uma questão de opção depois a troca no intervalo – concluiu.

Mais! Atlético-MG vence e aumenta a pressão no Flamengo

Publicidade

Apesar do placar de zero a zero ao final do primeiro tempo, Ceni, de forma atípica, fez duas substituições no intervalo. O volante Hugo Moura entrou no lugar de Bruno Viana e Isla deu lugar a Matheuzinho. Apesar das mudanças, o Atlético abriu 2 a 0 aos 5 e 7 minutos da segunda etapa.

Comentários