Publicidade

O Flamengo vem sendo muito pressionado para demitir Rogério Ceni. Se o treinador nunca caiu nas graças da torcida, as conquistas dos títulos do Campeonato Carioca, das Supercopa do Brasil e do Campeonato Brasileiro amenizaram o ambiente. Mas a irregularidade recente do time aumentou a pressão. A derrota de 2 a 1 para o Atlético-MG, a segunda consecutiva no Brasileirão, colocou gasolina na fogueira. Mas a demissão de Ceni não se enquadra na Matemática do Flamengo.

O grande problema matemático na verdade é financeiro. Isso porque o Flamengo vem sofrendo um delicado momento financeiro. Apesar de ter fechado bons contratos financeiros, o clube ainda sente os efeitos negativos da pandemia e da falta de público nos estádios.

Rogério Ceni não é unanimidade (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Assim demitir Rogério Ceni significa ter que pagar rescisão de contrato, multa e outras despesas. Além disso o Flamengo terá que gastar procurando um novo treinador no mercado. o que não será barato. Também não há muitas peças à disposição.

Publicidade

MAIS! Diego Alves vê falhas se repetindo

O Flamengo tem um orçamento curto para ir ao mercado nesta janela. Além disso a prioridade é contratar um substituto para Gérson. O volante foi negociado com o Olympique de Marselha da França. O Mengão pretende contratar Thiago Mendes, do Lyon. Assim terá que colocar a mão no bolso.

Libertadores é outro problema para troca

Derrota para o Galo colocou lenha na fogueira (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Rogério Ceni tem evitado bater de frente com a torcida.

Publicidade

– Compreendo todas as críticas – disse ele após a derrota para o Galo.

A diretoria do Flamengo vai procurar controlar o clima pesado. Até porque no domingo já tem jogo pelo Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro recebe a Chapecoense no domingo, às 18h15(de Brasília). Além disso na próxima semana tem choque com o Defensa Y Justicia pela Copa Libertadores. Assim uma troca de técnico a poucos dias do duelo decisivo pelo torneio continental é vista como uma temeridade. Enquanto isso a torcida xinga nas redes sociais. Entretando sem muito eco na diretoria.

Comentários