Publicidade

O atacante Gabigol foi o primeiro dos titulares do Flamengo a entrar em campo na temporada 2021. Após duas semanas de treinos, o camisa 9 pediu para enfrentar o Boavista ao lado da ‘garotada’, na noite deste sábado. A volta de Gabigol, entretanto, passou sem gols e com um empate no estádio Elcyr Resende de Mendonça.

Gabigol (Reprodução Fla TV)

Após a partida, Gabi falou sobre sua ansiedade para retornar aos gramados e vestir a camisa rubro-negra.

– Sou muito fominha né. Eu sempre falo que eu tô aqui no Flamengo, vou iniciar minha terceira temporada e tô muito feliz de estar aqui então quero curtir todos os momentos. Fiquei muito feliz porque pude estrear hoje. Jogo muito bom a meu ver, pena que não teve a vitória. Mas eu tava muito ansioso pra poder voltar logo, pra jogar. Então sempre que tiver um joguinho e eu puder jogar, independente de onde seja, eu vou querer.

Publicidade

Aos 24 anos e com experiência em grandes clubes e no futebol europeu, Gabriel teve a oportunidade de voltar a conviver com um grupo mais jovem.

– Me senti um “tiozinho” hoje (risos). Mas foi muito bom. Apesar de ser novo, eu já passei por muitas coisas. E eu pude falar pra eles no vestiário que, independente do campo, do campeonato e contra quem, a oportunidade sempre tá aí pra poder aproveitar. E às vezes um jogo acaba mudando a sua vida. Foi uma experiência muito incrível e é muito bom ter essa convivência com eles – revelou o atacante.

Leia também:

Publicidade

Flamengo B se despede com empate com Boavista

‘Só faltou a bola entrar,’ lamenta Vitinho após empate

Estado do gramado prejudicou o time

Por fim, Gabigol comentou sobre as dificuldades de atuar em um gramado em mau estado. O Flamengo teve o controle do jogo e criou muitas chances de marcar, mas os erros nas conclusões foram muitos.

Publicidade

– Acho que todos viram o estado do gramado pela TV. A gente também quando a gente chegou aqui tomou um susto. O campo realmente é muito ruim. Isso atrapalhou na nossa posse de bola, nossa finalização. Claramente se fosse num campo melhor eu acho que o resultado poderia ser diferente – criticou.

– Mas como eu falei, é o que temos, é o que tem pra jogar, então a gente não vai usar isso como desculpa. O time foi guerreiro, fomos até o final, criamos chances e eles praticamente não tiveram nenhuma chance. Então é descansar agora e quarta-feira tem mais.

Após empatar em 1 a 1 pela sexta rodada do Campeonato Carioca, o Flamengo reassumiu a liderança da competição. Na próxima quarta-feira, em Volta Redonda, o time terá a volta de todos os titulares diante do Bangu.