Publicidade

O Flamengo quase se complicou contra o Unión La Calera, pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores. O clube carioca viu o rival abrir 2 a 0 no primeiro tempo. O Fla chegou ao empate no Chile, mas voltou ao Rio com um alerta.

Velho problema da equipe de Rogério Ceni, as falhas defensivas voltaram a acontecer. Assim, o La Calera abriu o placar aos 8 do primeiro tempo em falha dupla de Bruno Viana. Os chilenos ampliaram aos 28 na cobrança de um escanteio e contou com a ajuda de Willian Arão, que marcou contra.

Diego Flamengo Diego destaca necessidade de mais atenção | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Embora a equipe tenha reagido e chegado ao empate, e quase virado o placar, a situação gerou preocupação. O Flamengo tenta se recuperar de uma eliminação precoce nas oitavas da Libertadores em 2020 e pretende ir mais longe este ano.

Publicidade

– Esse jogo deixa a lição de que cada vez mais devemos estar focados, concentrados, para que a gente não cometa erros que possam fazer a diferença. Corremos atrás desse prejuízo, saímos daqui com um ponto que não era o que queríamos, mas de três jogos fora de casa na Libertadores, duas vitórias e um empate também não é ruim e nós temos que ter consciência disso – afirmou o meia Diego Ribas em coletiva no Chile.

Relacionadas

Éverton Ribeiro, Brasil

Flamengo se divide entre Libertadores e Carioca

Com dez pontos, o Flamengo lidera o Grupo G e tem a classificação para a próxima fase encaminhada. Restam duas partidas na fase de grupos, contra LDU-EQU e Vélez Sarsfield-ARG, ambas em casa.

Mas simultaneamente, o Rubro-Negro disputará os jogos da final do Campeonato Carioca contra o Fluminense. O primeiro será neste sábado, às 21h05, no Maracanã.

Publicidade

A delegação do Flamengo desembarcou no aeroporto do Galeão na manhã desta quarta-feira, por volta das 7 horas. Os jogadores foram liberados para o dia de folga e se reapresentam na tarde desta quinta, no Ninho do Urubu.

Comentários