Botafogo, Flamengo

Gols nos acréscimos! Flamengo e Botafogo termina 1 a 1

Pedro Raul marca belo gol com meia bicicleta (Reprodução ge)

Flamengo e Botafogo empataram em 1 a 1 no clássico carioca da quinta rodada do Brasileirão. Na manhã deste domingo, no Maracanã, as duas equipe fizeram um jogo movimentado no primeiro temo e apenas morno no segundo. Entretanto, as maiores emoções aconteceram no finalzinho da partida. O Botafogo abriu o placar aos 47 e o Flamengo empatou aos 54, de pênalti,

Pedro Raul marca belo gol com meia bicicleta (Reprodução ge)

O empate manteve as duas equipes longe das primeiras posições na tabela. Apenas um ponto separa os rivais cariocas. O Bota, com 6, está na frente do Fla, que tem apenas 5 pontos.

O Botafogo vai ter uma semana movimentada. Na próxima quarta, o Alvinegro vai enfrentar o Paraná pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo será no Durval de Brito, em Curitiba. Pelo Brasileiro, o Fogão entra em campo no sábado diante do Inter, no Engenhão.

Já o Flamengo terá a semana livre para trabalhar antes da próxima rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro vai encarar o Santos no domingo 30, na Vila Belmiro.

Duas propostas diferentes

O primeiro tempo do clássico foi bastante movimentado e mostrou duas equipes com propostas distintas. O Flamengo evoluiu na movimentação e tomou a iniciativa. Com muitos passes, tentou pressionar o Botafogo em seu campo girando a bola de um lado para o outro.

O técnico Domènec Torrent surpreendeu com as entradas de Diego e Pedro Rocha nos lugares de Gerson e Arrascaeta, respectivamente. Os dois deram boa mobilidade ao jogo.

O Alvinegro adotou a mesma postura que deu certo diante do Atlético Mineiro. Muita marcação no meio de campo e contra-ataques rápidos. Autuori fez uma mudança no esquema com a escalação de três zagueiros.

Nos primeiros 25 minutos, o Rubro-Negro teve o domínio com quase 70% de posse de bola, mas tinha dificuldades para penetrar o bloqueio adversário. Os erros de passe no meio começaram a aparecer e o Botafogo passou a encaixar os contra-ataques. Explorando principalmente o lado esquerdo do ataque, o Alvinegro levou perigo ao gol de Diego Alves.

O primeiro tempo terminou com uma chance clara de gol para cada equipe. O Flamengo assustou aos 23 em boa jogada de Pedro Rocha pela esquerda. O atacante cruzou e Bruno Henrique subiu na pequena área e cabeceou em cima de Gatito Fernández, que defendeu no reflexo.

A melhor chegada do Botafogo foi aos 26. Caio Alexandre ligou o contra-ataque, que chegou em Kevin na ponta direita. Ele cruzou a meia altura e abola cruzou a área. No segundo pau, sem goleiro, Luis Henrique erra a conclusão e manda por cima do gol.

Jogo morno e gols no fim

As duas equipes voltaram sem alterações para o segundo tempo e o jogo, nos minutos iniciais, seguiu na mesma dinâmica. No primeiro lance de perigo, Matheusinho tentou o cruzamento da direita e mandou direto para o gol. Gatito acompanhou e defendeu com um tapa por cima do travessão.

As duas equipes caíram de ritmo a partir dos dez minutos e o jogo caiu de intensidade. Autuori foi o primeiro a fazer substituições para tentar “oxigenar” a equipe. Domènec fez o mesmo em seguida.

O Botafogo finalizou pela primeira vez aos 22 em chute de Pedro Raul na entrada da área. A bola foi desviada para escanteio.

O Flamengo teve um bom momento antes dos 30 minutos, quando buscava pressionar o Alvinegro. Thiago Maia, que entrou na vaga de Diego, viu Bruno Henrique entrando na área. O atacante caiu e a bola foi cortada mas sobrou para Filipe Luís, que cruzou rasteiro para Gabigol na pequena área e o camisa nove tocou para a rede. Os jogadores do Botafogo reclamaram de toque de Bruno Henrique e o VAR entrou em ação. O foi gol foi anulado.

Quando tudo apontava para o empate sem gols, as maiores emoções do jogo estavam reservadas para os minutos finais. O Botafogo consegue marcar aos 47 minutos. Escanteio da direita cobrado por Danilo Barcelos, Léo Ribeiro afastou de cabeça para o outro lado e Pedro Raul, quase sem ângulo, acertou meia bicicleta em belo gol.

O Flamengo foi pra cima em busca do empate e Gabigol acertou o travessão aos 51 minutos. Na sequência do lance, Bruno Henrique bateu forte de fora da área e a bola acertou o braço de Benevenuto. Pênalti. Aos 54, Gabigol bateu e deixou tudo igual.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-RJ 1 X 1 BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 23/08/2020
Horário: 11h00 horas (Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Cartões amarelos: Everton Ribeiro, Matheusinho, Rodrigo Caio (Fla); Caio Alexandre, Barrandeguy, Marcelo Benevenuto (Bota)
Gols:
FLAMENGO: Gabigol, aso 54 min do 2º tempo
BOTAFOGO: Pedro Raul, aos 47 minutos do 2º tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Matheusinho, Rodrigo Caio (Thuler), Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Thiago Maia) e Everton Ribeiro (Pedro); Pedro Rocha (Vitinho), Gabigol e Bruno Henrique
Técnico: Domènec Torrent

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Kevin (Barrandeguy), Marcelo Benevenuto, Kanu, Rafael Forster (Pedro Raul) e Guilherme Santos; Caio Alexandre (Danilo Barcelos), Keisuke Honda (Luiz Otávio) e Bruno Nazário; , Luis Henrique e Matheus Babi (Rhuan)
Técnico: Paulo Autuori

Você Também pode gostar