Publicidade

A rivalidade entre Atlético-MG e Flamengo é uma das principais a nível nacional do futebol brasileiro. E não é para menos. Afinal, o histórico mostra decisão de Campeonato Brasileiro, jogos decisivos de Libertadores, mata-mata de Copa do Brasil, além da era de pontos corridos. No clima para o duelo deste domingo, pela 20ª rodada do Brasileirão – um confronto no topo da tabela, é bom dizer -, o Mais Que Um Jogo relembra partidas históricas entre Galo e Fla.

LEIA MAIS! Marcos Braz defende Dome no Flamengo por irritação em entrevista

Foi na década de 80, com dois timaços, que a rivalidade se acentuou, com jogos decisivos e até mesmo polêmicos. Aquela época deu o tom para a sequência do antagonismo entre Atlético-MG e Flamengo. Vira e mexe, a rivalidade volta a crescer, como na Copa do Brasil de 2014.

Publicidade

O jogão deste domingo, por exemplo, também pode ser decisivo, pois pode representar uma arrancada na briga pelo título ou fazer a diferença lá na frente, na reta final do Brasileiro. Promete!

Relembre jogos históricos entre Atlético-MG e Flamengo

A decisão do Campeonato Brasileiro de 1980

De um lado, pelo Galo, João Leite, Toninho Cerezo, Éder, Reinaldo & Cia. Do outro, pelo Flamengo, Raúl, Júnior, Andrade, Zico, Nunes & Cia. Em jogo, o título brasileiro. Na primeira partida, no Mineirão, vitória mineira por 1 a 0, gol de Reinaldo. No Maracanã lotado, a festa foi rubro-negra: triunfo por 3 a 2, com um gol de Zico e dois de Nunes, o do título já na reta final do duelo. O Flamengo, ali, iniciou uma série de títulos que eternizou aquela geração.

Nunes Flamengo x Atlético-MG Nunes brilhou na final contra o Atlético-MG | Foto: Reprodução do site do Flamengo

Classificação do Fla e polêmica na Libertadores de 1981

Flamengo e Atlético-MG se encontraram na Libertadores de 1981. No mesmo grupo, eles fizeram a mesma pontuação. Foi preciso, então, um jogo de desempate para ver quem avançava. E é neste duelo, realizado em Goiânia, que se encontra a maior polêmica da rivalidade, pelo lado do Galo.

Wright Libertadores Wright expulsa jogador do Atlético-MG | Foto: Reprodução Internet

Publicidade

A violência tomou conta do confronto, com jogadas violentas dos dois lados. O árbitro José Roberto Wright expulsou Reinaldo por entrada dura em Zico. O Galo, então, passou a reclamar ainda mais. O jogo virou barril de pólvora. Éder, Palhinha e Chicão levaram o cartão vermelho, por ofensas e reclamações contra Wright. O goleiro João Leite caiu no gramado, por sentir dores. Sem poder fazer substituição – todo o banco fora expulso por invadir o gramado -, o Galo ficou sem o número mínimo de atletas e o jogo não chegou ao fim.

O Flamengo foi declarado vencedor pelo Comitê Executivo da Confederação Sul-Americana, que entendeu que o clube carioca não foi o responsável pelos incidentes. O Fla avançou de fase e conquistou o título da Libertadores.

Flamengo elimina o Atlético-MG em 1987

Na caminhada rumo ao título nacional de 1987, o Flamengo eliminou o Atlético-MG na semifinal, com duas vitórias. No Maracanã, venceu por 1 a 0, gol de Bebeto. No Mineirão, triunfo rubro-negro por 3 a 2 (Zico, Bebeto e Renato Gaúcho marcaram para o clube carioca).

Zico Flamengo x Atlético-MG Zico em duelo com o Galo | Foto: Site do Flamengo

Goleada histórica do Galo em 2004

Publicidade

Já na era dos pontos corridos, em 2004, o Atlético-MG aplicou uma goleada histórica sobre o Flamengo: 6 a 1, no Mineirão, com gols de Zé Antônio, Márcio Mexerica, Renato, Wágner e Alex Mineiro, duas vezes.

Galo 6 a 1 no Flamengo Galo atropelou o Flamengo | Foto: Reprodução Vídeo

Atlético-MG x Flamengo na Copa do Brasil de 2006

Galo e Fla se encontraram pelas quartas de final do torneio. O Flamengo deixou o rival para trás e caminhou para ser campeão da Copa do Brasil naquela edição. O clube carioca abriu vantagem contra o Atlético logo no jogo de ida, no Maracanã, com um goleada por 4 a 1 (Renato Abreu, duas vezes, Obina e Jônatas marcaram para o Fla). No Mineirão, empate por 0 a 0 e classificação rubro-negra.

Renato Abreu Flamengo Renato comandou vitória rubro-negra | Foto: Reprodução Vídeo

Flamengo derruba o Galo em arrancada em 2009

Em 2009, o Rubro-Negro arrancou rumo ao título. No duelo no Mineirão, em novembro, as duas equipes sonhavam com a taça. O Fla levou a melhor, com uma vitória por 3 a 1 (gols de Petkovic, Maldonado e Adriano para os cariocas).

Publicidade

Atlético-MG elimina o Flamengo na Copa do Brasil de 2014

A rivalidade voltou a se acentuar em 2014, na semifinal da Copa do Brasil. O Galo conseguiu uma virada implacável, eliminou o Flamengo e caminhou para ser campeão do torneio. No jogo de ida, no Maracanã, o Fla venceu por 2 a 0, gols de Cáceres e Chicão. A vantagem rubro-negra ficou ainda maior quando Everton fez 1 a 0 no Mineirão. Porém, aquele Galo era predestinado e não desistia nunca. E foi assim que conseguiu uma vitória histórica. O Atlético virou para 4 a 1, com gols de Carlos, Maicosuel, Dátolo e Luan, selando a classificação aos 40 minutos do segundo tempo.

Luan Atlético-MG Luan decidiu para o Galo | Foto: Atlético-MG / Divulgação