Publicidade

“Quem tudo quer, nada tem”, diz Renato Gaúcho sobre a situação do Flamengo no Brasileirão. A 10 rodadas do fim do Campeonato Brasileiro de 2021, o Atlético Mineiro abriu 10 pontos de vantagem sobre o Flamengo, que nem vice-líder é. Com a derrota para o Fluminense, neste sábado (23), o Rubro-Negro amarga a terceira colocação, com 46 pontos, mesmo número que o Palmeiras. Mas, ambos ainda têm à frente o azarão Fortaleza, esse sim, segundo colocado, com 48 pontos. Entretanto, todos estão distantes do Galo, que reina soberano com seus 56 pontos ganhos.

Crise que se consolida no Flamengo pode ser ponto de partida para afirmação de Renato Gaúcho (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Assim, a pergunta que não quer calar é: o Flamengo deve dar o braço a torcer no Brasileirão?

Justamente no momento em que o Rubro-Negro está perto de mais um título da Libertadores, Renato Gaúcho começou a ser questionado. Tanto por torcedores quanto dentro do clube, justamente pelo desempenho do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Porque, de resto, tudo está perfeito.

Leia também

Publicidade

Atriz transexual revela relacionamento com Icardi, que ‘adora vida louca’

César não joga mais com a camisa do Flamengo

Mas, ao que parece, comandar o Flamengo será sempre mais complicado do que em outros clubes. Assim, a derrota para o Fluminense se torna mais emblemática, não apenas pelo fato de ser um clássico, mas pelos efeitos psicológicos no elenco rubro-negro. Sem falar no visível desgaste físico dos jogadores.

Publicidade

O certo está se apertando, mas Renato poderá ter pela frente sua grande vitória. Se conseguir superar a crise que se consolida na Gávea, conquistando a Libertadores e, de quebra, a Copa do Brasil – quem sabe? -, estará definitivamente consagrado como treinador.

Comentários