Publicidade

A diretoria do Botafogo se viu pressionada após o elenco expor uma carta onde cobra o pagamento dos salários atrasados. Com isso, os dirigentes tentam agir rápido para impedir uma crise dentro do clube.

O Botafogo entrou na Justiça para liberar recursos que estão bloqueados por ações de penhora. Assim, os alvinegros esperam poder quitar os débitos com a maior parte de funcionários e jogadores.

Durcesio Mello Botafogo Durcesio Mello vem tentando diminuir a crise financeira do clube (Foto: Vitor Silva / Botafogo)

Segundo nota emitida pelo clube, somente três jogadores recebem acima de 60 salários mínimos. Além disso, os direitos de imagem estão atrasados há mais tempo. Esses dois casos não entram no acordo com o Sindeclubes para pagamento.

Publicidade

Os dirigentes esperam a liberação da verba para poder quitar a folha salarial até novembro, que normalmente é paga no fim de dezembro. Assim, só restariam os casos descritos acima.

Relacionadas

Matheus Nascimento Botafogo
General Severiano

O elenco do Botafogo iniciou a Lei do Silêncio e não dar entrevistas até o problema ser resolvido. Só que novas medidas podem acontecer se os salários não forem pagos até o fim de semana.

Comentários