Publicidade

O Botafogo tenta reagir no Campeonato Brasileiro para sair da zona de rebaixamento. Os alvinegros estão na lanterna e precisa de uma sequência positiva na Série A.

Túlio Lustosa explicou opção por troca de comando (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

A equipe carioca vem sofrendo com uma série de resultados negativos, que foi iniciado sob o comando de Ramón Díaz. Só que o argentino nem chegou a estrear, pois precisou fazer uma cirurgia.

O Botafogo decidiu não esperar Díaz, que precisaria de mais tempo de recuperação que o previsto. O gerente de futebol Túlio Lustosa explicou a opção para a contratação do argentino após curta período com Bruno Lazaroni.

Publicidade

– Bruno Lazaroni não tem estilo completamente diferente do Autuori, até porque era auxiliar da casa. Quanto ao Ramón Díaz e sua comissão técnica, sim, mudou completamente, foi uma escolha decidida pensando no início de uma próxima temporada – disse ao programa “Os Donos da Bola” da Band.

A diretoria alvinegra agiu rápido e trouxe de volta o técnico Eduardo Barroca. Túlio Lustosa destacou que a chegada do novo comandante foi uma sugestão sua para a diretoria.

– Barroca veio por já conhecer o grupo de jogadores, o clube e não precisar passar por adaptação. O momento é emergencial, não pode pensar em contratar treinador que não sabe o que vai encontrar, porque não vai ter tempo. Barroca já conhecia todos os profissionais que estão aqui, sabe que pode acreditar neles, e conhece a maioria das atletas. Esse foi o motivo da escolha dele – declarou.

Publicidade

Leia também:

Escalação! Barroca define formação com Kalou

Barroca sobre o Botafogo: ‘Coloquei minha vida totalmente de lado’

Publicidade

Eduardo Barroca busca a primeira vitória no Botafogo neste sábado, contra o Coritiba, no Couto Pereira.