Publicidade

O Botafogo está empolgando na Série B do Campeonato Brasileiro. Mas uma outra mudança, muito menos aparente, deve trazer bons frutos no futuro. O Alvinegro vem se modernizando demais fora das quatro linhas. A aposta do presidente Durcesio Mello de contratar um CEO, no caso Jorge Braga, parece estar modificando os bastidores do clube.

O CEO passou a cobrar produtividade em todos os setores. A estrutura gigante foi reduzida, inclusive com gastos que mostravam um exagero, como mais de uma sede administrativa. Além disso os cobrados que pareciam incomodados, como o diretor de futebol Eduardo Freeland, passaram a ver no CEO um aliado em busca da modernização.

Vinicius, Jorge Braga e Durcesio estão modernizando o Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Aos poucos o clube foi recuperando prestígio e conseguiu alguns patrocinadores. Os salários de atletas e funcionários estão assegurados até o fim do ano. Mas tudo isso com fruto de muito trabalho diário.

Publicidade

MAIS! Veja como Enderson recebeu Rafael no Botafogo

O sócio-torcedor era uma exigência da diretoria e até da torcida. Com isso Jorge Braga buscoiu parcerias fortes e nasceu o “Camisa 7”. O novo sócio-torcedor já é um sucesso e deve crescer ainda mais com o G-4 da Série B e com a contratação de Rafael.

Aliás, Rafael é prova que a diretoria conseguiu recuperar o prestígio junto a torcedores ilustres, antes afastados e que, agora, apoiaram financeiramente a chegada do lateral.

Loja online se mostrou medida acertada

Publicidade

Outras medidas foram feitas como a aposta no fan token antes da maioria dos clubes, o afastamento de dirigentes amadores e a transformação da loja física em online. A medida aumentou demais a receita, pois facilita as vendas e ainda reduz gastos.

Relacionadas

Aos poucos o Botafogo vai se reorganizando fora de campo. Mas logicamente o que a torcida deseja é em breve um grande time para voltar a ser protagonista no cenário nacional e internacional. É isso que se espera do Glorioso.

Comentários