Publicidade

O interesse em renovar o contrato é mútuo, mas ainda falta um “alinhamento de ideias” entre Botafogo e o técnico Enderson Moreira. É esta questão que precisa ser definida para sacramentar a permanência do treinador que levou o Fogão ao título da Série B.

Em entrevista ao programa “Bola da Vez”, da “ESPN Brasil”, Enderson indicou que a questão do planejamento para 2022 que precisa ser ajustada entre ele e o clube.

Enderson Botafogo Enderson nos braços do elenco: papel fundamental no título | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

– Espero permanecer. No contrato tem cláusula muito clara, caso tenha acesso, já estão decididas questões financeiras. Estamos decidindo alinhamento de ideias. Talvez recurso seja só para o segundo semestre, mas temos o primeiro semestre também. Se ficar aguardando, provavelmente, não vai ser o Enderson no Campeonato Brasileiro, porque também tem pressão, somos reféns de resultados. O torcedor quer time que faça jus ao que conquistou na temporada – declarou Enderson.

Relacionadas

Rafael Moura Botafogo

Enderson aponta entrave com Botafogo

Publicidade

O Botafogo vem sinalizando que o investimento maior para a temporada será feito só no segundo semestre. É quando o clube vai ter acesso às verbas da Série A. Este fator dificulta a vida de Enderson, que deseja ter o elenco definido – pelo menos a maior parte dele – desde o início da temporada.

Será? Luís Oyama não deve seguir no Botafogo em 2022

– Precisamos de movimentos importantes para buscar atletas, só para o Brasileiro não dá tempo, precisa se adaptar. Temos que fazer ajuste fino antes do Brasileiro, mas montar time só para o Brasileiro acho furada. Recursos só chegam em junho, mas temos que ver o que fazer de forma antecipada, fazer funcionar antes. Talvez seja isso o grande entrave. Não quero ficar com um time que sabemos que não pode ser montado agora. Temos uma base, mas não sabemos se pode ser mantida. É um desafio. E precisamos trazer atletas para qualificar – completou.

Comentários