Publicidade

O Botafogo precisou mostrar poder de superação na Série B. Em julho, a situação do time era complicada. O G-4 estava distante. A pressão era grande. Entretanto, o Fogão não jogou a toalha e reagiu, sob o comando do técnico Enderson Moreira. O meia-atacante Chay foi um dos destaques desta arrancada do Botafogo.

Com gols e assistências, Chay caiu nas graças da torcida do Botafogo e se tornou uma peça fundamental do time. Ele faz questão de ressaltar o poder de reação do elenco.

Chay Botafogo Chay caiu como uma luva no time do Botafogo | Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação

– Não desacreditamos em nenhum momento do que éramos capazes. Tínhamos de colocar em prática o nosso dia a dia. Nosso grupo é muito bom, de brincadeiras quando tem que ter, do trabalho sério quando tem que ter trabalho sério. Quando o momento estava ruim, olhávamos dentro do olho do outro e procurávamos motivar. Fomos criando forças de onde ninguém mais acreditava. Estivemos em 14º, mas as vitórias foram vindo e o clima melhorando. O grupo está de parabéns – declarou Chay, ao programa “Bem, Amigos”, do “SporTV”.

Relacionadas

Enderson Moreira Botafogo
Chamusca Botafogo

A temporada especial de Chay pelo Botafogo

Publicidade

Chay soma oito gols e oito assistências na Série B. Ele chegou ao clube no início do torneio, após se destacar com a Portuguesa no Campeonato Carioca. O meia-atacante fecha uma temporada especial, com título pelo Botafogo.

MAIS! Enderson já se permite olhar para 2022 e reforça: quer ficar no Botafogo

– É um misto de emoções. A identificação com o clube eu tenho desde pequeno. Passei pelo futsal do clube quando criança e pelo fut7. É difícil dizer o que se passa na minha mente. Estou vivendo um sonho, podendo vestir a camisa de um grande clube, com muita história. Estou mega feliz. Quero mostrar meu futebol por muito mais tempo. É só alegria – acrescentou Chay.

Comentários