Botafogo

Botafogo pode pressionar Gabriel Cortez a rescindir contrato

Gabriel Cortez durante live (Foto: Reprodução Instagram)

A diretoria do Botafogo não vai revelar, mas já tem a estratégia para conseguir se livrar de Gabriel Cortez. O meia equatoriano está afastado do elenco após aparecer em uma live ingerindo bebida alcoólica e fazendo elogios ao Flamengo. A ideia é forçar o equatoriano a rescindir o contrato.

Gabriel Cortez chegou ao Botafogo com status de titular (Foto: Divulgação)

Gabriel Cortez está emprestado pelo Guayaquil City do Equador até o fim do ano. A ideia do Botafogo era devolver o jogador. Mas a janela de transferências internacionais se fechou na última sexta-feira e assim a devolução não é mais possível.

Leia também:

Reforços mais caros do Botafogo: clube não mexe no Top 10 desde Luiz Fernando
Honda prega evolução no Botafogo

Para se livrar oficialmente de Gabriel Cortez o Botafogo tem duas possibilidades. Encontrar um novo clube e negociar o jogador, o que faria inclusive sem custo é uma das opções. A outra é que o jogador peça a rescisão contratual. Mas dificilmente o fará sem mercado após a polêmica.

Cortez deve treinar em separado no Botafogo

Gabriel Cortez durante live (Foto: Reprodução Instagram)

O Botafogo vai deixar Gabriel Cortez treinando em separado. Assim o jogador será desvalorizado, uma vez que a atual temporada vai se estender até fevereiro por conta da paralisação do futebol por causa da pandemia do Coronavírus. Nesse cenário o Glorioso espera que os empresários de Cortez se movimentem para encontrar um novo clube.

Revelado nas categorias de base do Independiente del Valle, Gabriel Cortez defendeu o time entre 2012 e 2017. Naquele ano se transferiu para o Lobos do México. Em janeiro de 2019 foi para o Emelec para a disputa da Libertadores. O Botafogo o contratou este ano com o valor dos direitos federativos avaliados em 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,14 milhões). Além disso acumula passagens pela seleção equatoriana.

Você Também pode gostar