Publicidade

A diretoria do Botafogo acertou as bases salariais com o técnico César Farías. O treinador aceitou a proposta do clube . Ele quer assinar contrato até o fim de 2021. O ex-presidente e membro do conselho gestor do clube, Carlos Augusto Montenegro, liderou as conversas. Mas ainda falta um detalhe importante. A Federação Boliviana de Futebol (FBF) tem que liberar o treinador, que dirige a seleção nacional.

Botafogo chega a um acordo com César Farías (Foto: Getty)

A diretoria do Botafogo confirmou que Farías tem a proposta do clube nas mãos. O Glorioso vem mantendo conversas com a FBF. Mas neste caso Farías quem vem tratando do assunto de forma mais direta. A entidade não vai criar problemas para liberar o treinador. Entretanto exige que isso aconteça apenas após a rodada de novembro das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que acontece no Catar. Assim ele tem que dirigir a Bolívia nos jogos contra o Equador e o Paraguai.

Leia também:

Publicidade

Sábado tenso: torcedores do Botafogo invadem sede em General Severiano
Victor Luís assume responsabilidade por empate

César Farías é fã do futebol brasileiro. Visitou o país na década de 90 e esteve em vários clubes brasileiros como Vasco e Flamengo conhecendo o estilo de jogo. Mas fez questão de ir a Pau Grande, cidade onde Mané Garricnha nasceu. O técnico é fã de Garrincha.

César Farías dirigiu a Venezuela

César Farías acertou com o Botafogo (Foto: Arquivo pessoal)

O treinador dirige a Bolívia desde 2018. A FBF convidou César após ele se destacar em torneios nacionais pelo The Strongest do país. Além disso dirigiu clubes como Tijuanas do México e Cerro Porteño do Paraguai.

Publicidade

Aos 47 anos, ele é considerado um treinador moderno e fã do estilo europeu. Nunca jogou profissionalmente. Seu melhor trabalho como técnico foi na seleção da Venezuela, quando contribuiu para modernizar o futebol do país entre 2007 e 2013.