Publicidade

O Botafogo deixou de contar com o argentino Joel Carli nesta temporada. Mesmo assim, os alvinegros acharam um novo xerife: Marcelo Benevenuto.

Benevenuto mira título da Copa do Brasil (Foto: Vitor Silva/ Botafogo)

Benevenuto vai chegar a marca de 120 jogos pelo Botafogo nesta segunda-feira, contra o Goiás, no Nilton Santos. O defensor exaltou o tempo no clube e afirmou que quer fazer história.

– Fico feliz de estar batendo em 120 jogos com a camisa do Glorioso. Parece que foi ontem que renovei meu contrato, foi lá em General Severiano, estava conversando com o Manoel Renha, deu até a ideia de eu continuar com a camisa 14. Usei na Libertadores e fui bem mais na maioria dos jogos. Espero fazer 200, 300 jogos com a camisa do Botafogo, ficar marcado na história do clube, ter meu rosto estampado também lá em General Severiano. Minha meta também é ajudar o Botafogo a conquistar títulos, especialmente a Copa do Brasil, porque quero ficar marcado aqui no clube. Este ano, se Deus quiser, a gente vai chegar longe na Copa do Brasil e, se possível, levar ela – disse.

Zagueiro mira vaga na Libertadores

Publicidade

Ainda na parte de baixo do Campeonato Brasileiro, o Botafogo luta para se afastar da zona de rebaixamento. Marcelo Benevenuto foca em conquistar as vitória para dar tranquilidade e mira uma classificação para a Libertadores.

– O Campeonato Brasileiro está bem disputado, quando você ganha dois jogos está lá em cima, quando perde já está naquela zona que não é legal. Primeiro a gente procura se distanciar o mais rápido possível da zona da degola. Quanto à Copa do Brasil, a gente pretende chegar longe e buscar o título, pelo menos é minha meta particular. No Brasileiro a gente procura colocar o Botafogo numa zona confortável e, se possível, buscar classificação para a Libertadores – declarou.

Leia também:

Publicidade

Montenegro comenta pagamento por Lecaros

Botafogo deve poupar Gatito Fernández contra o Goiás

Benevenuto cumpriu suspensão contra o Grêmio, mas volta ao Botafogo nesta segunda-feira, contra o Goiás, no Nilton Santos.