Publicidade

O Botafogo vive uma ameaça real de rebaixamento para a Série B. O clube está na vice-lanterna do Brasileiro, com apenas 20 pontos em 23 jogos. A nova direção alvinegra já começa a se movimentar para planejar a vida financeira caso o time vá para a Segundona em 2021.

Durcesio Mello Botafogo Durcesio Mello é o novo presidente do Botafogo (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

O presidente eleito Durcesio Mello está preocupado com o próximo ano e não vai esperar cair para planejar o futuro.

– O planejamento para o ano que vem depende muito disso, porque depende de dinheiro. É inviável você montar um time para a Série B só com R$ 14 milhões ou R$ 15 milhões da TV. Terá que trazer dinheiro novo. E já tem alguns projetos em andamento, um plano B para conseguir isso – disse o novo mandatário em entrevista ao canal TV Max Rio.

Publicidade

LEIA MAIS! Botafogo continua com política tumultuada mesmo após eleição

Presidente do Botafogo acredita na permanência

Para escapar do rebaixamento, o Botafogo precisa melhorar muito seu aproveitamento nas 15 rodadas restantes. Serão necessários cerca de 25 pontos em 15 jogos, ou um aproveitamento de 56%. Entretanto, o retrospecto do time na competição indica apenas 29% até agora.

– É claro que se você for ver os números, fica difícil conquistar oito vitórias em 15 jogos depois de conseguir só três em 23. Mas outras equipes já conseguiram isso, o Fluminense em 2009 tinha uma pontuação ainda menor e se salvou, teve o caso do Atlético-GO também. E vamos ter semana cheia depois dessa para o Barroca trabalhar. Eu acredito muito – afirmou esperançoso.

Publicidade

Para motivar os atletas na reta final do Campeonato, Durcesio prometeu uma premiação caso o time consiga se manter na Série A.

Nesta quarta-feira, o Botafogo tem o pela frente o líder São Paulo no primeiro dos 15 jogos restantes. No Morumbi, as duas equipes disputarão a partida adiada da 18ª rodada, às 21h30.