Publicidade

O zagueiro Werley deixou o Vasco em junho deste ano após acionar o clube na Justiça em busca da rescisão de contrato. Em sua apresentação no Atlético-GO, o jogador mencionou a experiência que viveu no Cruzmaltino.

Werley fez parte de um grupo de jogadores “indesejáveis” da nova diretoria do Vasco, que assumiu em 2021. O jogador de 32 anos foi então afastado do elenco até que as partes entrassem num acordo sobre seu futuro.

Werlei deixou o Vasco em junho e assinou com o Atlético-GO (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Infelizmente, eu tinha contrato com o Vasco, mas depois que acabou o campeonato aconteceram situações chatas que me impossibilitaram de jogar. Continuei treinando normal, mas depois não chegamos a um acordo – afirmou Werley.

Publicidade

No Vasco desde 2018, Werley viveu seu melhor momento no clube no segundo semestre daquele ano e no primeiro de 2019. Titular absoluto ao lado de Leandro Castán, conquistou a Taça Guanabara de 2019. Assim, em março daquele ano renovou seu contrato até o fim de 2022 e recebeu um aumento substancial de salário.

Leia também:

Vasco curte aniversário do título da Libertadore

Germán Cano tenta acabar com jejum diante da Ponte Preta

Publicidade

No clube, Werley conviveu com constantes atrasos de salários e, após o rebaixamento à Série B em 2020, se tornou um jogador muito caro. Assim, a nova realidade financeira forçou a diretoria a reformular o plantel.

– Tive que buscar meus direitos até conseguir minha liberação – continuou Werley.

Relacionadas

Werley, que tem passagens por outros grandes clubes, como Atlético-MG, Grêmio e Santos, aproveitou para desabafar.

Publicidade

– Sei da minha capacidade, tenho números expressivos com camisas grandes do futebol brasileiro. Fazer carreira no Brasil não é fácil, se você ficar muito tempo em um clube, e não ganhar título, acaba que a culpa é daquele jogador que está há mais tempo – disse Werley.

Com a camisa do Vasco, Werley disputou 74 partidas e marcou dois gols. Sua última partida oficial foi em janeiro deste ano pelo Campeonato Brasileiro.

Comentários