Publicidade

A delegação vascaína retornou do Maranhão no domingo e o elenco recebeu a segunda-feira de folga. Na tarde desta terça-feira, os jogadores do Vasco voltam ao trabalho no CT Moacyr Barbosa para iniciar a preparação para a próxima partida.

Antes de viajarem de volta ao Rio de Janeiro, entretanto, o elenco treinou no domingo pela manhã, em São Luís. A atividade foi realizada no Estádio Nhozinho Santos, onde mandam suas partidas o Moto Club e o MAC, clubes tradicionais do Maranhão. Participaram da movimentação os jogadores que não foram titulares na derrota para o Sampaio Corrêa no sábado, enquanto os titulares realizaram treino regenerativo no hotel.

Domingo foi dia de trabalho para o Vasco no Maranhão (Divulgação)

O Vasco agora focará na recuperação diante do Coritiba, sábado, em São Januário. Mas o confronto diante do líder da Série B promete ser bastante difícil e o time está sob pressão. Com o revés no Castelão, o Vasco interrompeu a arrancada e viu suas chances de acesso caírem de 14 para 9%.

Publicidade

Segundo o matemático Tristão Garcia, do site infobola, para garantir um lugar no G-4 o Vasco precisa chegar aos 64 pontos. Com 43, faltam 21 pontos em nove rodadas, ou seja, tem que vencer sete partidas.

Leia Também:

Pendurados tiram o sono de Fernando Diniz no Vasco

Diniz deixa claro que vai insistir com Marquinhos Gabriel no Vasco

Publicidade

Embora o resultado em campo não ter sido o esperado, o Vasco deixou o Nordeste animado com a recepção que a equipe recebeu. Na chagada em São Luis, milhares de torcedores fizeram festa no aeroporto, nas ruas e no hotel da delegação.

Relacionadas

No domingo, o Cruzmaltino usou sua conta oficial no Facebook para agradecer à torcida maranhense.

“Obrigado, Maranhão!
Infelizmente o resultado esperado não veio, mas a receptividade de nossa torcida nos deu ainda mais forças para buscar nossos objetivos.
Seguimos fortes na luta!”

Comentários