Vasco vai à CBF e quer ser reconhecido como campeão intercontinental

publicado em 14/01/2021 às 14:00

O Vasco procurou a CBF com o pleito de que a entidade faça a intermediação com a Fifa para que o clube seja reconhecido como campeão intercontinental. O Gigante da Colina deseja que o Torneio Rivadávia Corrêa Meyer, de 1953, do qual foi campeão, seja considerado como torneio Intercontinental de Clubes.

Alexandre Campello participou da reunião na CBF (Divulgação)

A competição foi organizada pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD) e reuniu Vasco, Botafogo, Fluminense, Corinthians, São Paulo, Sporting, de Portugal, Olimpia, do Paraguai, e Hibernian, da Escócia. O Gigante da Colina foi campeão em cima do São Paulo.

LEIA MAIS! Benítez é regularizado e pode reforçar o Vasco contra o Coritiba

Na primeira fase do torneio, o Vasco venceu Botafogo e Fluminense e empatou com Hibernian. Na semifinal, venceu o Corinthians duas vezes. O rival na decisão foi o São Paulo. O Gigante da Colina ganhou os dois jogos e faturou o título.

LEIA MAIS! Juninho destaca confiança dada por Luxemburgo no Vasco

O Torneio Rivadávia Corrêa Meyer sucedeu a Copa Rio, competição que Palmeiras e Fluminense ganharam e desejam que tenha também o reconhecimento de título mundial.

Vasco tem documentação do torneio

O Centro de Memória do Vasco tem documentos, imagens e até o regulamento oficial do Torneio Rivadávia Corrêa Meyer, além de jornais da época, e o clube destaca que a Fifa organiza torneios nos mesmos moldes dos que eram realizados pela CBD. Desta forma, pede para que haja o reconhecimento histórico da competição vencida pelo clube em 1953.

A Fifa organizou o Campeonato Mundial pela primeira vez em 2000 e depois a partir de 2005. Antes, a Copa Intercontinental, de 1960 a 2004, colocava frente a frente os campeões da Libertadores e da Champions League. A Fifa reconhece os vencedores da Copa Intercontinental como campeões mundiais.

Deixe seu comentário:

Comentário