Publicidade

A chance de chutar a crise para longe. É isso que o Vasco busca, além da classificação para as quartas de final da Sul-Americana, nesta quinta-feira. Os cruzmaltinos recebem o Defensa Y Justicia-ARG, no confronto de volta entre as equipes, em São Januário. O jogo acontece às 21h30(de Brasília).

Ricardo Sá Pinto Vasco Sá Pinto volta a comandar o Vasco | Foto: Rafael Ribeiro / Vasco / Divulgação

Os cariocas vão a campo pressionados pela má campanha no Campeonato Brasileiro. O Vasco está na zona de rebaixamento e vem de goleada para o Ceará, em casa.

Leia também:

Publicidade

Vasco vem decepcionando como mandante na temporada
Grupo faz protesto em frente a CT

Um grupo protestou em frente a CT no dia anterior ao jogo. Os torcedores cobraram mais empenho do elenco.

A boa notícia para os cruzmaltinos é a presença do técnico Ricardo Sá Pinto no banco de reservas. O português se recuperou da Covid e volta a comandar a equipe a beira do campo.

Publicidade

Em termos de escalação, Sá Pinto terá o retorno de Talles Magno e Fernando Miguel, mas ambos treinaram apenas uma vez antes da partida e não têm presença garantida.

Defensa também está pressionado

O Defensa Y Justicia também chega a partida em mau momento. A equipe ainda não venceu na Copa Diego Armando Maradona. Por isso, a classificação na Sul-Americana é vista como um alívio.

No duelo de ida os times empataram por 1 a 1 e assim quem ganhar avançar. Empate sem gols serve aos cariocas.

Publicidade

FICHA TÉCNICA:
VASCO-BRA X DEFENSA Y JUSTICIA-ARG

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 3 de dezembro de 2020, quinta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Martín Soppi (URU)
VAR: Daniel Fedorczuk (URU)

VASCO: Lucão (Fernando Miguel), Miranda, Leandro Castán e Ricardo Graça; Léo Matos, Andrey, Léo Gil, Martín Benítez e Neto Borges; Gustavo Torres (Talles Magno) e Ribamar
Técnico: Ricardo Sá Pinto

Publicidade

DEFENSA Y JUSTICIA: Unsain, Breitenbruch, Frías, Héctor Martínez e Brítez; Acevedo (Valdenito), Rius, Larralde e Benítez; Pizzini e Braian Romero
Técnico: Hernán Crespo