Publicidade

Um jogador que movimenta dois grandes clubes do Rio de Janeiro. Essa é a realidade do jovem Miguel, que vem tomando conta do noticiário do Fluminense nos últimos dias. Mas agora tem outro time do estado envolvido; o Vasco.

O imbróglio que envolve a relação entre o Fluminense e o jovem Miguel tem o Vasco como parte interessada. O jogador de 18 anos tem passagem pela base cruzmaltina quando tinha 12 anos, em 2015.

Miguel está insatisfeito no Fluminense. Mas Vasco fica de olho (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

Segundo reportagem do UOL Esporte, a ida do meia para o Vasco já se deu por desavenças entre a família do atleta e o clube das Laranjeiras. Os problemas, entretanto, se repetiram no Cruzmaltino com a diretoria comandada por Eurico Miranda e Miguel não ficou por muito tempo em São Januário.

Publicidade

MAIS! Vasco paga credores e impede bloqueio de jogadores

Vasco e Fluminense entraram em acordo e o Tricolor cedeu 30% dos direitos de Miguel para tê-lo de volta em Xerém meses depois.

Relacionadas

Destaque na base, Miguel subiu muito cedo para os profissionais, ainda em 2019. Entretanto, após o Carioca de 2020 perdeu espaço no time e seu pai e representante, José Roberto Lopes, não concordou com sua volta às categorias inferiores.

Publicidade

Após cobrar sem sucesso espaço para o filho no elenco principal, José Roberto decidiu entrar na Justiça em busca da rescisão do contrato com o Fluminense, que termina em junho de 2022.

Comentários