Publicidade

O Vasco conquistou a primeira vitória na Série B e afastou um pouco a pressão que rondava São Januário. Neste sábado, de virada, o Gigante da Colina fez 2 a 1 no Brasil de Pelotas, no Estádio Bento Freitas, pela terceira rodada.

Não foi a atuação dos sonhos, mas a insistência foi premiada com virada. E contou com a estrela de Marcelo Cabo. As substituições deram certo. Daniel Amorim e Morato viraram o placar.

Morato Vasco Morato vibra com Léo Matos: virada vascaína | Foto: Rafael Ribeiro / Vasco / Divulgação

A vitória é fundamental para afastar a pressão, mas não pode esconder uma atuação ruim do Vasco. O time sofreu para criar e chegou à virada praticamente na base do abafa.

Publicidade

Agora, o Vasco tem quatro pontos na Série B e pulou para décima colocação. O Brasil de Pelotas, por sua vez, continua sem vencer e tem apenas um ponto, na zona de rebaixamento, na 18ª colocação.

O clube carioca volta a campo na quarta-feira e recebe o Avaí, às 19h, em São Januário. Já o Brasil de Pelotas joga na terça-feira: visita o Confiança, às 21h30.

O técnico Marcelo Cabo improvisou Michel na lateral esquerda, com a ausência de Zeca. Rômulo ganhou a posição de volante. O comandante ainda promoveu o retorno de Marquinhos Gabriel ao time titular. Sarrafiore foi para o banco.

Publicidade

O Brasil de Pelotas buscou se impor no começo do jogo e logo chegou ao gol. Galarza se atrapalhou e perdeu a bola para Wellington. Ele avançou e cruzou para área. A bola desviou em Ernando e entrou: gol contra, aos dez minutos.

Os donos da casa ficaram mais confortáveis em campo. Bruno Matias quase ampliou, mas Ricardo Graça bloqueou o chute. O Vasco não se achava em campo. O time até melhorou na reta final do primeiro e buscou encurralar o Brasil de Pelotas, mas nada criou. O clube carioca foi para o intervalo sem ter tido de fato uma chance real de gol.

Vasco pressiona, vira e afasta pressão na Série B

O Vasco voltou para o segundo tempo com duas mudanças. Marcelo Cabo colocou Riquelme e Juninho. Saíram Michael e Galarza. O clube carioca melhorou. Faltava transformar a maior posse de bola em oportunidades. Uma surgiu após bola parada. Léo Jabá cruzou na esquerda e Ernando desperdiçou, na principal chance do Gigante da Colina.

Publicidade

Cabo fez mais uma mudança. Gabriel Amorim entrou no lugar de Léo Jabá. O atacante mostrou faro de gol. Aos 34 minutos, após cobrança de escanteio, o goleiro Matheus Nogueira ficou no caminho, Ricardo Graça aparou e Daniel Amorim completou para o gol.

Daniel Amorim Daniel Amorim iniciou reação do Vasco | Foto: Rafael Ribeiro / Vasco / Divulgação

Marcelo Cabo fez mais uma mudança certeira. Morato, que acabara de entrar no lugar de Gabriel Pec, virou o placar, aos 37 minutos. Após cruzamento da esquerda, o meia cabeceou para o fundo da rede.

A insistência deu certo. O Vasco venceu a primeira na Série B.

FICHA TÉCNICA

Publicidade

BRASIL DE PELOTAS 1X2 VASCO

Local: Estádio Bento Freitas, Pelotas (RS)
Data: 12/06/2021, sábado
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberto (MS) e Cícero Alessandro de Souza (MS)
Cartão amarelo: Marcelo, Bruno Matias, Ícaro, Artur, Gabriel Terra e Matheus Nogueira (Brasil de Pelotas) e Michel, Léo Jabá e Rômulo (Vasco)
Cartão vermelho:
Gol:
Brasil de Pelotas: Ernando, gol contra, aos 10′ do 1ºT
Vasco: Daniel Amorim, aos 34′ do 2ºT, e Morato, aos 37′ do 2ºT

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Vidal, Leandro Camilo, Ícaro e Artur; Rômulo, Bruno Matias (Everton) e Luiz Fernando (Fabrício); Gabriel Terra (Gabriel Pierini), Wellington (Matheuzinho) e Ramon (Cristian). Técnico: Cláudio Tencati.

Publicidade

VASCO: Vanderlei; Léo Matos, Ernando, Ricardo Graça e Michel (Riquelme); Rômulo, Matías Galarza (Juninho) e Marquinhos Gabriel; Léo Jabá (Daniel Amorim), Gabriel Pec (Morato) e Cano (Andrey). Técnico: Marcelo Cabo.

Comentários