Publicidade

Vasco e Caracas voltam a se enfrentar pela Copa Sul-Americana, mas desta vez para decidir de fato a classificação à terceira fase. Então, nesta quarta-feira, na capital venezuelana, um dos dois será eliminado. A bola rola no Estádio Olímpico às 21h30, no horário de Brasília.

O Gigante da Colina tem a vantagem do empate, além de poder se beneficiar do gol qualificado se conseguir marcar na casa do adversário.

Publicidade

A vitória sobre o Caracas foi a primeira da equipe após um jejum de oito jogos sem vencer. A equipe, porém, não conseguiu embalar e apenas empatou com o Goiás, lanterna do Brasileirão, no domingo.

O técnico Ricardo Sá Pinto, que assumiu o comando do time há duas semanas, admitiu que ainda não conseguiu implantar muita coisa. Segundo o mister, por enquanto apenas alguns ajustes foram feitos em cima de um esquema que já estava montado.

– Eu confesso que na nossa equipa estamos a jogar em uma estrutura que já estava delineada e que não houve tempo para trabalhar uma segunda estrutura que eu acho que teremos que ter uma segunda dinâmica. E tentar perceber onde os jogadores podem encaixar, ou tirar o melhor rendimento de cada um dentro dessa estrutura tática. Temos muitos jogadores para as mesmas posições de volante, meia, mas não temos muitas opções de corredor, de extremos, e portanto nesse sistema estamos a procura logicamente do melhor de cada um – afirmou Sá Pinto em entrevista à Fox.

Publicidade

Leia também:

Vasco pode anunciar mais um reforço colombiano

Sá Pinto explica posicionamento ideal para Talles Magno

Vasco e Caracas têm reforços

Publicidade

Para a partida, o treinador contará com o retorno de Leandro Castán à zaga. O capitão ficou de fora contra o Goiás pois estava suspenso. Além disso, o meia Martín Benítez, desfalque no jogo de ida, é outro reforço.

No ataque, Talles Magno se recupera de uma lesão no quadril e é dúvida. Já Guilherme Parede não joga mais pelo clube depois que o Talleres, da Argentina, pediu o retorno do jogador que estava cedido por empréstimo.

No Caracas, o lateral Eduardo Fereira retorna de suspensão. Ele não atuou no Rio pois cumpria suspensão por ter sido expulso na Libertadores. Outro jogador que reforça a equipe venezuelana é o meia Anderson Contreras.

FICHA TÉCNICA

Publicidade

CARACAS-VEN X VASCO-BRA

Local: Estádio Olímpico, em Caracas, Venezuela
Data: Quarta-feira, 04/11/2020
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jhon A. Ospina (COL)
Assistentes: Não divulgados

CARACAS: Velásquez, Eduardo Fereira, Villanueva, Rivero e Osio; Castillo, Flores Soto, Anderson Contreras, Robert Hernández e Celis; Blanco
Técnico: Noel Sanvicente

Publicidade

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Leonardo Gil, Carlinhos e Martín Benítez; Talles Magno (Vinícius) e Ribamar (Tiago Reis)
Técnico: Ricardo Sá Pinto