Publicidade

O Vasco ganhou um pouco de tranquilidade após a vitória sobre o CRB. Mesmo assim, durante a partida, um drone sobrevoou o campo de São Januário com ameaças aos jogadores.

Em uma bandeira, estava escrito “O Vasco vale mais que suas vidas. Joguem por elas”.

Drone com ameaça repercutiu fora do Brasil (Foto: Gazeta Press)

Dias antes, após a derrota para o Avaí, os carros do volante Bruno Gomes e do atacante Léo Jabá foram apedrejados. O fato provocou revolta no elenco cruzmaltino.

Publicidade

A diretoria do Vasco, por meio de nota oficial, repudiou a atitude da torcida.

Relacionadas

Nota de Repúdio

O Club de Regatas Vasco da Gama repudia veementemente qualquer tipo de violência, intimidação ou ameaça, como a ocorrida no último sábado, 19/06, durante a vitória do Vasco por 3 a 0 sobre o CRB, quando um drone invadiu o Estádio de São Januário carregando uma mensagem que afronta um dos maiores orgulhos dos Vascaínos: a defesa intransigente dos nossos valores, dos nossos atletas e de todos aqueles que, com empenho, orgulho e dedicação, representam e defendem as cores de nosso Clube.

Cobranças e críticas são naturais no futebol e em qualquer democracia e sempre serão aceitas e ouvidas atentamente pelo Clube, desde que mantidas dentro dos limites da civilidade e da legislação. O inadmissível incidente foi, inclusive, registrado na súmula da partida como tendo partido de fora do estádio.

Publicidade

Informamos que as autoridades competentes seguem apurando o trajeto feito pelo drone assim como os responsáveis pelo ato.

O Vasco reafirma seu compromisso em tomar todas as medidas necessárias para proteger seus atletas e colaboradores contra qualquer ato que possa, de qualquer forma, colocar em risco sua integridade física, psíquica ou seu bem-estar.

Comentários